Legitimidade da metáfora em língua de especialidade num quadro didáctico

Autores

  • Isabelle Oliveira Université Paris 3-Sorbonne Nouvelle

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v0i10-11p69-80

Palavras-chave:

Metáfora terminológica, metalinguagem, aprendizagem, estratificação social.

Resumo

O escopo deste trabalho é propor uma reflexão e um contributo acerca da metáfora em língua de especialidade, ou seja, um tipo de metáfora que facilita, num contexto de aprendizagem, a transmissão dos conhecimentos, a compreensão do abstracto ao tecer analogias com o
concreto ou o familiar. Com este propósito, ver-se-á como o docente, na área da cardiologia, tenta transmitir a sua mensagem através da utilização de uma imagem comum à vida quotidiana dos estudantes. Deste facto, vamos colocar a metáfora terminológica num contexto hermenêutico que
supõe outra forma de pensar e outro modo de ver o objecto de descrição. Temos de sublinhar que, nesta perspectiva, a metáfora opera uma re-descrição da realidade. O docente tem ao seu dispor um termo altamente científico ou uma expressão metafórica para designar um mesmo objecto. A
partir de alguns exemplos vamos verificar que o instrumento metafórico funciona como um tradutor intralingual que assume essencialmente a função de ilustrador. A metáfora de especialidade com carácter explicativo resulta de uma preocupação de clareza pedagógica e visa uma eficácia na
compreensão de conceitos abstractos. Para finalizar, focar-se-á as principais potencialidades e entraves
que podemos atribuir à metáfora numa situação de aprendizagem.

Downloads

Publicado

2009-06-02

Como Citar

Oliveira, I. (2009). Legitimidade da metáfora em língua de especialidade num quadro didáctico. Filologia E Linguística Portuguesa, (10-11), 69-80. https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v0i10-11p69-80

Edição

Seção

Artigos