Violência e insubordinação militar na São Paulo do século XVIII: manuscritos como testemunho de uma sociedade

Autores

  • Renata Ferreira Costa Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v0i10-11p221-236

Palavras-chave:

Filologia. Crítica textual. Século XVIII. História social.

Resumo

O presente artigo tem o objetivo de apresentar um panorama dos contextos histórico-social e filológico (a partir do cotejo de dois testemunhos de um processo criminal) de três documentos datados de fins do século XVIII, pertencentes aos arquivos coloniais sobre a capitania de São Paulo do projeto “Resgate Barão do Rio Branco”, cujo tema central é um caso de insubordinação militar de um mulato contra seu superior, filho do governador da capitania. O resgate e a difusão desses textos têm importância ímpar para que pesquisas continuem sendo feitas e para que novas descobertas venham agregar novos conhecimentos à sociedade.

Biografia do Autor

Renata Ferreira Costa, Universidade de São Paulo

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Filologia e Língua Portuguesa da Universidade de São Paulo

Downloads

Publicado

2009-06-02

Como Citar

Costa, R. F. (2009). Violência e insubordinação militar na São Paulo do século XVIII: manuscritos como testemunho de uma sociedade. Filologia E Linguística Portuguesa, (10-11), 221-236. https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v0i10-11p221-236

Edição

Seção

Artigos (Seção Temática)