As políticas linguísticas e de ensino de línguas em Timor-Leste: desafios de um contexto multilingue

Autores

  • Alan Silvio Ribeiro Carneiro Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v12i1p9-25

Palavras-chave:

Timor-Leste, Política Linguística, Ensino de Línguas, Multilinguismo

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar brevemente a situação atual do processo
de implementação das políticas linguística e de ensino de línguas em Timor-Leste, a
partir de dados coletados em diversas fontes, principalmente documentos, e também
pela observação direta ao longo de um ano de trabalho, da situação do ensino de língua
portuguesa no país. Para tal, este artigo aponta breves notas sobre a história da língua
portuguesa em Timor-Leste e a política linguística atual e de ensino de línguas, para
então discutir os desafios colocados pelo contexto multilingue timorense para o desenvolvimento
do ensino das línguas nativas e oficiais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alan Silvio Ribeiro Carneiro, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

Pós-Graduando na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) na área deTeoria e História Literária, entre os anos de 2006 e 2009, a nível de mestrado, comum trabalho em fase de conclusão e professor cooperante, com vínculo de bolsistada Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), na Universidade Nacional Timor Lorosa’e (UNTL), entre os anos de 2008 e 2009.

Downloads

Publicado

2010-06-02

Como Citar

Carneiro, A. S. R. (2010). As políticas linguísticas e de ensino de línguas em Timor-Leste: desafios de um contexto multilingue. Filologia E Linguística Portuguesa, 12(1), 9-25. https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v12i1p9-25

Edição

Seção

Artigos