Os escritos etnográficos e a Geografia: encontros e desencontros

Autores

  • Doralice Sátyro Maia Universidade Federal da Paraíba Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.1997.123236

Palavras-chave:

etnografía trabalho de campo metodologia pensamento geográfico descrição

Resumo

Trabalho de campo e elaboração de mapas são instrumentos do geógrafo desde os primordios desta ciencia. Os escritos etnográficos estão presentes ñas obras dos geógrafos alemães, bem como na geografia francesa. Como na "Antropologia Clássica", a descrição etnográfica era realizada principalmente em obras que tratavam do "exótico de terras longínquas" Esta prática é abandonada no momento em que a Geografia "rompe" com a chamada escola tradicional. Há, conseqüentemente, um abandono das discussões sobre os escritos etnográficos, como também sobre a metodologia de trabalho de campo, ou mesmo um certo descaso na realização destes. Este ensaio pretende abrir um diálogo com a Antropologia, tentando colocar a importância das descrições etnográficas nos trabalhos de campo da geografia sem no entanto cair no inverso, isto é, abandonar as interpretações para as quais Geertz chama a atençáo

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Doralice Sátyro Maia, Universidade Federal da Paraíba Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia

Professora assistente da Universidade Federal da Paraíba/ Pós-graduanda em Geografia (Doutorado) na Universidade de São Paulo

Downloads

Publicado

1997-12-19

Como Citar

MAIA, D. S. Os escritos etnográficos e a Geografia: encontros e desencontros. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 1, n. 2, p. 21-29, 1997. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.1997.123236. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/123236. Acesso em: 2 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos