O ritmo semanal das atividades humanas e o clima na região metropolitana de São Paulo

Autores

  • Tarik Rezende de Azevedo
  • José Roberto Tarifa Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2001.123512

Palavras-chave:

Clima urbano, ritmo semanal de atividades humanas, São Paulo

Resumo

Este trabalho expõe onze evidencias de que o ritmo semanal das atividades humanas é um elemento significativo para explicar o sistema climático da Região Metropolitana de Sáo Paulo. Embora sugestivos, os resultados não são conclusivos, dada complexidade do próprio objeto, o clima, e a multiplicidade de hipó­teses em investigação em climatologia e meteorologia sob diversas abordagens metodológicas, espaciais e temporais. A conclusão deste trabalho é, tão somente, que o tema merece ser estudado com maior profundidade e maior abrangência espacial e temporal, exigindo o concurso de um montante de trabalho exeqüível apenas se realizado coletivamente. A principal e mais importante conclusão que pode advir de maior investigação do tema no futuro, e que já está expressa neste trabalho, é que parte das "alterações climáticas" imputadas à ação humana sobre o planeta, sobretudo em áreas urbanas, tem um caráter reversível em prazos muito curtos possivelmente semanas ou meses)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tarik Rezende de Azevedo

G eógrafo, colaborador do Laboratório de Climatologia e Biogeografia do Depto. de Geografia - FFLCH / USP

José Roberto Tarifa, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia

Geógrafo, Professor do Departamento de Geografia FFLCH/USP

Downloads

Publicado

2001-12-10

Como Citar

AZEVEDO, T. R. de; TARIFA, J. R. O ritmo semanal das atividades humanas e o clima na região metropolitana de São Paulo. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 5, n. 1, p. 9-35, 2001. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2001.123512. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/123512. Acesso em: 28 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)