Miniabrigo meteorológico aspirado do Laboratório de Climatologia e Biogeografia e seu uso no estudo geográfico do clima

Autores

  • Tàrik Rezende de Azevedo Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia
  • José Roberto Tàrifa Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2001.123619

Resumo

Neste texto é apresentado o prototipo do Miniabrigo Meteorológico Aspirado (MMA) desenvolvido no Laboratorio de Climatologia e Biogeografia do Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo. Trata-se de urna solução de baixo custo para geração de séries longas de registro de temperatura e umidade relativa do ar minimizando a interferência direta das variações da radiação na faixa do visível e do termal sobre os instrumentos de medida, adequada para a investigação da atmosfera próxima à superfície do solo, sobretudo em redes amostrais densas

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tàrik Rezende de Azevedo, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia

Geógrafo e professor. Colaborador do Laboratório de Climatologia e Biogeografia do Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo

José Roberto Tàrifa, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia

Geógrafo. Professor do Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo. Coordenador do Laboratório de Climatologia e Biogeografia do Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo

Downloads

Publicado

2001-06-06

Como Citar

AZEVEDO, T. R. de; TÀRIFA, J. R. Miniabrigo meteorológico aspirado do Laboratório de Climatologia e Biogeografia e seu uso no estudo geográfico do clima. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 5, n. 2, p. 165-174, 2001. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2001.123619. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/123619. Acesso em: 27 jan. 2023.

Edição

Seção

Notas de pesquisa de campo