“Quanta decepção me esperava fora dos limites da nossa casa”: geografias afetivas do habitar em Lavoura Arcaica, de Raduan Nassar

  • Carlos Roberto Bernardes de Souza Júnior Universidade Federal de Goiás
Palavras-chave: Geografia e Literatura, Lugar, Ser-no-mundo, Corporeidade, Geograficidade.

Resumo

Romance publicado originalmente em 1975, “Lavoura Arcaica” narra a história da partida e retorno do filho do meio de uma família camponesa. No enredo em fluxo de consciência, André, o protagonista, descreve suas experiências, percepções e condições de habitar no âmago do lugar-lavoura. Pelo ordenamento da família que se divide em função de divergentes formas de conceber as geografias afetivas do lar conformam espacialidades de tensão. O artigo problematiza, por meio de hermenêutica embasada na fenomenologia existencialista de Merleau-Ponty, de que modo irradiam as contradições do habitar na geograficidade da experiência de André. É evidenciado que pela dinamicidade corpo-espacial tem gênese uma forma de habitar o lugar em que o emergir do ser-no-mundo é profundamente imbricado pelas emoções e percepções. Na potencialidade de ser-no-lar, o lugar se redefine contextualmente aos tensionamentos que modificam como é sentida a realidade geográfica. Conclui-se que pela corporeidade inerente ao entrelaçamento sujeito-lugar ressaltam-se os fluxos afetivos pelos quais o ser humano projeta sua consciência intencional rumo ao mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Roberto Bernardes de Souza Júnior, Universidade Federal de Goiás

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Geografia do Instituto de Estudos Socioambientais da Universidade Federal de Goiás (Goiânia)

Mestre em Geografia no PosGeo/IESA/UFG

Bacharel e Licenciado em Geografia pelo IG/UFU

Referências

ABATI, H. M. F. Da Lavoura Arcaica: fortuna crítica, análise e interpretação da obra de Raduan Nassar. 1999, 188f., Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 1999.

BROWN, B. B.; PERKINS, D. D. Disruptions in place attachment. In: ALTMAN, I.; LOW, S. M. (Orgs.) Place Attachment. New York: Plenum Press, 1992, p.279-304.

CASEY, E. S. The Fate of place: a philosophical history. Berkley: University of California Press, 1998.

CARR, D. Time zones: phenomenological reflections on cultural time. In: CARR, D.; CHAN-FAI, C. (Orgs.) Contributions to phenomenology: Space, Time and Culture. Amsterdan: Springer science+business, 2004, p.3-14.

DARDEL, E. O Homem e a Terra. São Paulo: Perspectiva, 2011.

DAVIDSON, J.; MILLIGAN, C. Embodying emotion sensing space: introducing emotional geographies. Social & Cultural Geography, v.5, n.4, p.523-532, 2004.

DELANCEY, C. Action, the scientific worldview, and Being-in-the-world. In: DREYFUS, H. L.; WRATHALL, M. A. (Orgs.) A companion to phenomenology and existentialism. Malden: Blackwell Publishing, 2006, pp.31-47.

HOYAUX, A. De l'espace domestique au monde domestique: Point de vue phénomenologique sur l'habitation. In : CLOLLINGNON, B. ; STASZAK, J. (Orgs.) Espaces domestiques : Construire, habiter, représenter. Paris : Editions Bréal, p.1-12, 2003.

HUMMON, D. M. Community Attachment: local sentiment and the sense of place. In: ALTMAN, I.; LOW, S. M. (Orgs.) Place Attachment. New York: Plenum Press, 1992, p.253-278.

HUFFORD, M. Thresholds to an Alternate Realm: mapping the chaseworld in New Jersey’s Pine Barrens. In: ALTMAN, I.; LOW, S. M. (Orgs.) Place Attachment. New York: Plenum Press, 1992, p.231-252.

LARSEN, S. C.; JOHNSON, J. T. Toward an open sense of place: Phenomenology, affinity, and the question of being. Annals of the Association of American Geographers, v.102, n.3, p.632-646, 2012.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da percepção. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

MERLEAU-PONTY, M. A prosa do mundo. São Paulo: Cosac Naify, 2012.

MERLEAU-PONTY, M. O visível e o invisível. São Paulo: Perspectiva, 2014.

MOTA, B. C. Raduan Nassar e a Lavoura dos Dizeres: entre provérbios e cantares. 2010, 154f., Tese (Doutorado) – Universidade Estadual Paulista. Araraquara, 2010.

MORRIS, D. The sense of space. Albany: State University of New York Press, 2004.

NASSAR, R. Lavoura arcaica. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

PILE, S. Emotions and affect in recent human geography. Transactions of the British Geographers. Royal Geographical Society, n.35, p.5-20, 2010.

RELPH, E. Place and placelessness. London : Pion Limited, 1976.

SEAMON, D. A Geography of the lifeworld: movement, rest and encounter. London: Croom Helm, 1979.

SEAMON, D. Place attachment and phenomenology: The synergistic dynamism of place. In: MANZO, L. C. (Org.); DEVINE-WRIGHT, P. (Org.) Place Attachment: advances in theory, methods and applications. Abingdon: Routledge, 2014, pp. 11-22.

SEAMON, D; MUGERAUER, R. Dwelling, Place and environment: an introduction. In: SEAMON, D.; MUGERAUER, R. (Orgs.) Dwelling, place and environment: towards a phenomenology of person and world. Dordrecht: Martinus Nijhoff Publishers, 1985, p.1-14.

TUAN, Y. Segmented Worlds and Self: Group life and individual consciousness. Minneapolis: University of Minnesota Press, 1982.

TUAN, Y. Passing strange and wonderful: aesthetics, nature and culture. New York: Island Press, 1995.

TUAN, Y. Humanist Geography: an individual’s search for meaning. Staunton: George F. Thompson Publishing, 2012a.

TUAN, Y. Topofilia: um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. Londrina: EdUel, 2012b.

TUAN, Y. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência.Londrina: EdUel, 2013.

Publicado
2019-03-07
Como Citar
Souza Júnior, C. R. (2019). “Quanta decepção me esperava fora dos limites da nossa casa”: geografias afetivas do habitar em Lavoura Arcaica, de Raduan Nassar. GEOUSP Espaço E Tempo (Online), 23(1), 076-094. https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2019.144704
Seção
Artigos