Habitar como horizonte utópico

Autores

  • Rafael Faleiros de Pádua UFMT

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2019.162950

Palavras-chave:

Habitar, Habitat, Reprodução da vida, Produção do espaço, Urbanização

Resumo

O artigo busca apresentar o habitar como uma noção filosófica que ilumina os conteúdos da vida urbana e revela as suas contradições. Essa noção é pensada enquanto elemento fundamental da produção filosófica do homem, onde tem lugar a necessidade radical de apropriação do espaço para a reprodução da vida. No capitalismo, o espaço se torna mercadoria e objeto de estratégias econômicas, o que reduz o habitar a uma função, o habitat. Nesse contexto, o desafio prático e teórico é recolocar o habitar como possibilidade utópica a partir da realidade funcionalizada do habitat.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Faleiros de Pádua, UFMT

Departamento de Geografia, coordena grupos de estudos teórico-metodológicos e a pesquisa sobre a questão agrária e a urbanização na região do agronegócio mato-grossense. É também membro do GESP-USP.

Referências

BENEDETTI, Mário. A borra de café. Rio de Janeiro: Record, 1998.

BENJAMIN, Walter. Obras escolhidas II. Rua de mão única. São Paulo: Brasiliense, 1987.

ENGELS, Friedrich. As grandes cidades. In: A situação da classe trabalhadora na Inglaterra. São Paulo: Boitempo, 2008.

GÉOCONFLUENCES (glossaire). Habitat pavillonnaire Disponível em: <http://geoconfluences.ens-lyon.fr/glossaire/habitat-pavillonnaire>. Acesso em: 04 fev. 2019

LEFEBVRE, Henri. Préface. In: RAYMOND, Henri; HAUMONT, Nicole; DEZES, Marie-Geneviève; HAUMONT, Antoine. L’habitat pavillonnaire. Paris: Centre de Recherche de l’Urbanisme, 1965.

LEFEBVRE, Henri. Tiempos equívocos. Barcelona: Editorial Kayrós, 1976.

LEFEBVRE, Henri. Lógica formal/Lógica dialética. 5ª. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1991.

LEFEBVRE, Henri. A revolução urbana. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2002.

LEFEBVRE, Henri. O direito à cidade. 4ª. ed. São Paulo: Centauro, 2006.

LEFEBVRE, Henri. La somme et le reste. 4ª. ed. Paris: Anthropos, 2008.

MAHFUZ, Naguib. Le vieux quartier. Arles: Éditions de l’Aube, 2002.

ONTEM, HOJE E AMANHÃ. Direção de Luchino Visconti. Itália-França, 1963.

PADUA, Rafael Faleiros de. Produção e consumo do lugar: espaços de desindustrialização na reprodução da metrópole. São Paulo, 2012. Tese (Doutorado em Geografia Humana) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

2019-10-07

Como Citar

PÁDUA, R. F. de. Habitar como horizonte utópico. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 23, n. 3, p. 478-493, 2019. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2019.162950. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/162950. Acesso em: 30 out. 2020.

Edição

Seção

Dossiê Henri Lefebvre e a problemática urbana