A PRODUÇÃO DO ESPAÇO E O EMPRESARIAMENTO URBANO: O CASO DE BARCELONA E SEU FÓRUM DAS CULTURAS DE 2004

Autores

  • Adriano Botelho Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2004.73958

Palavras-chave:

Produção do espaço, urbanismo, empresariamento, modelo Barcelona, Fórum das Culturas.

Resumo

O presente artigo tem como tema o processo de produção do espaço como um elemento essencial para a reprodução do capital, tendo por objetivo demonstrar a relação existente entre práticas de gestão das cidades e de urbanismo com a dinamização da acumulação capitalista. Assim, considerase a passagem do gerenciamento ao empresariamento urbano como uma resposta no âmbito do urbanismo à crise econômica da década de 1970 e às mudanças nas estratégias de acumulação capitalista para fazer frente a essa crise. O chamado “modelo Barcelona” é analisado sob essa perspectiva, destacando-se o caso do Fórum das Culturas 2004.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriano Botelho, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Aluno de Doutorado do Programa de Geografia Humana da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo-USP

Downloads

Publicado

2004-12-30

Como Citar

BOTELHO, A. A PRODUÇÃO DO ESPAÇO E O EMPRESARIAMENTO URBANO: O CASO DE BARCELONA E SEU FÓRUM DAS CULTURAS DE 2004. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 8, n. 2, p. 111-124, 2004. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2004.73958. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/73958. Acesso em: 27 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos