PARA AS NOVAS GERAÇÕES: A ATUALIDADE DA SOCIOLOGIA CRÍTICA

Autores

  • Mônica de Carvalho Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2005.73978

Palavras-chave:

Pós-modernidade, objetividade científica, razão instrumental, papel do intelectual, sociologia crítica.

Resumo

A crítica pós-moderna colocou em questão a produção do conhecimento objetivo no âmbito das ciências humanas, inviabilizando a possibilidade de uma interpretação crítica da sociedade contemporânea. Diante da emergência dos diferentes sentidos históricos, o intelectual contemporâneo abdicou de seu papel público de evidenciar, diante das contradições impostas pela sociedade capitalista, as possibilidades de superação de um eterno presente, resignando-se a um relativismo moral, que antes contribui para manter aprisionados os sujeitos que deveriam ter sido libertados com a crítica ao cientificismo e à dominação de uma razão instrumental. O presente artigo pretende problematizar estas questões e evidenciar a necessidade de se colocar novamente em debate o papel do intelectual na sociedade contemporânea, bem como a relevância do pensamento crítico.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Mônica de Carvalho, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

    Professora Doutora do Departamento de Sociologia da Faculdade de Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP.

Downloads

Publicado

2005-08-30

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

CARVALHO, Mônica de. PARA AS NOVAS GERAÇÕES: A ATUALIDADE DA SOCIOLOGIA CRÍTICA. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), São Paulo, Brasil, v. 9, n. 1, p. 139–153, 2005. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2005.73978. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/73978.. Acesso em: 17 abr. 2024.