COMUNICAÇÃO GRÁFICA: BASES CONCEITUAIS PARA O ENTENDIMENTO DA LINGUAGEM CARTOGRÁFICA

Autores

  • Silvio Carlos Rodruigues Universidade Federal de Uberlândia
  • Luiz Humberto de Freitas Souza Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2008.74081

Palavras-chave:

Comunicação gráfica, Cartografia, Cartografia temática, Semiologia gráfica.

Resumo

As preocupações que buscam a representação gráfica dos objetos que compõe o espaço geográfico remetem para a Cartografia Temática a função de orientar e organizar a maneira mais correta de se apresentar uma dada informação no “papel”. Um dos principais objetivos é facilitar o entendimento da mensagem para o leitor. Sob esse aspecto, o documento cartográfico adquire grande expressividade, pois, determina um conjunto de signos que traduzem uma linguagem, uma idéia e uma comunicação por meio de um sistema de símbolos, objeto de estudo da Semiologia Gráfica. Esta por sua vez, dá as diretrizes para avaliar as vantagens e os limites das chamadas variáveis visuais, empregadas no processo de representação, além de articular as regras de utilização racional da gramática da linguagem cartográfica. É nesse sentido, que o artigo em questão aborda a comunicação gráfica, enfatizando as suas bases conceituais e a importância desses conceitos para o entendimento da linguagem cartográfica.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Silvio Carlos Rodruigues, Universidade Federal de Uberlândia
    Professor Doutor do Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlânida (UFU - IGUFU).
  • Luiz Humberto de Freitas Souza, Universidade Federal de Uberlândia

    Mestre em Geografia.

Referências

ARCHELA, R. S. Imagem e representação gráfica. In: Geografia – Revista do Departamento de Geociências. Londrina: UEL, v.8, n.1, p.5-11, jan./jun. 1999. 6p.

BERTIN, J. Theórie de la communication et théorie gaphique. In: Melanges Charles Morazé, Toulouse, PRIVAT, 1978, 6p. Tradução de MARTINELLI, M. Teoria da comunicação e teoria da representação gráfica. FFLCH-USP.

BONIN, S. Le développement de la graphique de 1967 à 1997. In: Bulletin du Comité Français de Cartographie, n. 156, juin. 1998. p. 17- 25.

CAPDEVILA, J.; HARLEY, J. B. The new nature of maps: essays in the history of cartography. Biblio 3W, Revista Bibliográfica de Geografia y Ciencias Sociales, Universidad de Barcelona, Vol. VII, n. 404, 15 de octubre de 2002. Disponível em:<http://www.ub .es/geocri t/b3w-404 .htm> [ISSN 1138-9796]. Acesso em: 03 de fevereiro de 2005.

DUARTE, P. A. Cartografia Temática. Florianópolis: UFSC, 1991. 145p.

HARLEY, J. B; WOODWARD, D. The history of cartography: cartography in prehistoric, ancient, and medieval Europe and the Mediterranean. Chicago: University of Chicago, 1987. 599p.

MARTINELLI, M. Curso de Cartografia Temática. São Paulo: Contexto, 1991. 180p.

MARTINELLI, M. Gráficos e mapas: construa-os você mesmo. São Paulo: Moderna, 1998. 120p.

MOURA, A. C. M. Globalização e metodologias no uso do Geoprocessamento: estudos de casos de diferentes abordagens de análises espaciais. In: Congresso Brasileiro de Cartografia, 1997, Rio de Janeiro. [S.l.: s.n.].

OLIVEIRA, C. Curso de Cartografia Moderna. 2ª ed. Rio de Janeiro: IBGE, 1993. 152p.

RAISZ, E. Cartografia geral. Tradução de Neide M. Schneider, Péricles A. M. Neves e Revisão de Celso Santos Meyer. Rio de Janeiro: Científica, 1969. 414p. Tradução da 2ª edição do livro: “General Cartography” de Erwin Raisz.

ROBINSON, A. H. et al. Elements of cartography. 5. ed. E.U.A: J. Wiley & Sons, 1984. 544p.

ROSA, R.; BRITO, J. L. S. Introdução ao geoprocessamento: sistema de informação geográfica. Uberlândia: UFU, 1996. 104p.

Downloads

Publicado

2008-12-30

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

RODRUIGUES, Silvio Carlos; SOUZA, Luiz Humberto de Freitas. COMUNICAÇÃO GRÁFICA: BASES CONCEITUAIS PARA O ENTENDIMENTO DA LINGUAGEM CARTOGRÁFICA. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), São Paulo, Brasil, v. 12, n. 2, p. 65–76, 2008. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2008.74081. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/74081.. Acesso em: 21 maio. 2024.