Valorização imobiliária e reestruturação socioespacial: apontamentos teóricos a partir de um estudo sobre Porto Alegre

Autores

  • Daniel de Mello Sanfelici Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2010.74155

Palavras-chave:

Fronteiras urbanas, Valorização imobiliária, Neoliberalismo, Reestruturação socioespacial

Resumo

O presente trabalho tem por meta colocar em relevo alguns aspectos do processo de produção da metrópole brasileira contemporânea, apoiando-se na experiência de pesquisa sobre a dinâmica de reestruturação socioespacial em Porto Alegre. Utilizando a noção de fronteira urbana, pretende-se apontar algumas facetas da atuação do setor imobiliário e do Estado na produção e estruturação do espaço das metrópoles. Coloca-se em foco a permanente renovação do espaço promovida por grandes empresas incorporadoras de modo a reiteradamente torná-lo um valor de troca. Esse processo acentua-se na exata medida em que essas empresas encontram novas formas de capitalização, o que lhes permite uma atuação em escala nacional.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Daniel de Mello Sanfelici, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

    Doutorando em Geografia Humana Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.

Referências

ABRAMO, Pedro. A cidade caleidoscópica: coordenação espacial e convenção urbana. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007.

ALFREDO, Anselmo. Cidade e metrópole, uma identidade cont raditória no processo de urbanização contemporânea. In: CARLOS, Ana Fani Alessand ri & LEMOS, Amáli a Inês Geraiges (org.). Dilemas urbanos: novas abordagens sob re a cidade. São Paulo: Contexto, 2003.

AZEVEDO, Sérgio de; RIBEIRO, Luiz Cezar de Queiroz. A produção de moradia nas grandes cidades: dinâmica e impasses. In: AZEVEDO, Sérgio de & RIBEIRO, Luiz Cezar de Queiroz (org.). A crise da moradia nas grandes cidades: da questão da habitação à reforma urbana. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1996.

BASSETT, Keith & SHORT, John. Housing and residential structure: alternative approaches. London: Routledge, 1980.

BOTELHO, Adriano. O urbano em fragmentos: a produção do espaço e da moradia pelas práticas do setor imobiliário. São Paulo: Annablume, 2007.

BRENNER, Neil. The urban question as as cale question: reflection son Henri Lefebvre, Urban theory and the politics of scale. In: International Journal of Urban and Regional Research, vol. 24, n°2, 2000, p. 361-3.

DAMIANI, Amélia Luísa. A metrópole na dialética entre o território de ação estatista e o espaço de projeto político. In: CAMPOS, Andrelino & SI LVA , Catia Antonia da. Metrópoles em mutação : dinâmicas territoriais, relações de poder e vida coletiva. Rio de Janeiro: Revan, 2008, p. 37-53.

GOONEWARDENA, Kanishka. Urban space and political consciousness: a report on theory. In: Review of Radical Political Economics, vol. 36, n° 36, Spring 2004, p. 155-176.

GOTTDIENER, Mark. The social production of urban space. Austin: University of Texas Press, 1994.

HACKWORTH, Jason . The neoliberal ci ty: governance , ideology and development in American urbanism. New York: Cornell University Press, 2007.

HARVEY, David. The urban experience. Baltimore: The Johns Hopkins University Press, 1989.

HARVEY, David. The limits to capital. New York: Verso, 1999.

HARVEY, David. Spaces of capital: towards a Critical Geography. Routledge: New York, 2001.

LEFEBVRE, Henri. De l’État. Paris: Union Génerale d’Éditions, 1978, 4v.

LEFEBVRE, Henri. A vida cotidiana no mundo moderno. São Paulo: Ática, 1991.

LEFEBVRE, Henri. La production de l’espace. Paris: Anthropos, 2000a.

LEFEBVRE, Henri. Espace et politique. Paris: Anthropos, 2000b.

LEFEBVRE, Henri. O direito à cidade. São Paulo: Centauro, 2001.

LEFEBVRE, Henri. La survie du capi talisme. Paris: Anthropos, 2002.

LEFEBVRE, Henri. The urban revolution. Minneapolis: University of Minnesota Press, 2003.

LOJKINE, Jean. O Estado capitalista e a questão urbana. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

MARX, Karl. Capital: a critique of political economy. Londres: Penguin, 1991, 3 vol.

SANTOS, Milton. A urbanização brasileira. São Paulo: Edusp, 2005.

SMITH, Neil. Desenvolvimento desigual. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1988.

SMITH, Neil. The New Urban Frontier: gentrification and the revanchist city. New York: Routledge, 1996.

SMITH, Neil. New globalism, new urbanism: gentrification as global urban strategy. In: Antipode 34 (3), 427-450, 2002.

VILLAÇA, Flávio. Espaço intra-urbano no Brasil. São Paulo: Studio Nobel: FAPESP, 2001.

WEBER, Rachel. Extracting value from the city: neoliberalism and urban redevelopment. In: Antipode: a Radical Journal of Geography, vol. 34, n° 3, 2002, p. 519-40.

Downloads

Publicado

2010-04-30

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

SANFELICI, Daniel de Mello. Valorização imobiliária e reestruturação socioespacial: apontamentos teóricos a partir de um estudo sobre Porto Alegre. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), São Paulo, Brasil, v. 14, n. 1, p. 63–76, 2010. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2010.74155. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/74155.. Acesso em: 18 maio. 2024.