Impacto ambiental urbano: revisões e construções de significados

Autores

  • Moisés Ortemar Rehbein Universidade de São Paulo. Geografia Física
  • Jurandyr Luciano Sanches Ross Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2010.74157

Palavras-chave:

Ambiente, Ambiente urbano, Impactos ambientais urbanos

Resumo

Busca-se, neste artigo, refletir e construir significados para impactos ambientais urbanos. Para tanto, sentiu-se a necessidade de revisões bibliográficas dos significados, sobretudo, de ambiente e ambiente urbano. Impactos ambientais urbanos são constituídos por julgamentos de valores de significâncias de efeitos perturbadores, de gêneses ou consequências antrópicas, no urbano ou para além, no ambiente, que, na promoção de mudanças ecológicas e/ ou sociais, coloquem em questão estados de “auto-organização” e/ ou de “relativa estabilidade ambiental”. Compreender impactos ambientais urbanos requer o reconhecimento dos processos que os geraram e que, no seu próprio movimento, transformam-se. E, importante, como jogo de forças sociais de interesses diversos, sobretudo econômicos, impactos ambientais urbanos requerem um pensar político, cuja legalidade deve ser constantemente questionada e relativizada.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Moisés Ortemar Rehbein, Universidade de São Paulo. Geografia Física

    Doutorando em Geografia Física da Universidade de São Paulo.

  • Jurandyr Luciano Sanches Ross, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

    Professor livre docente do Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.

Referências

CARLOS, A. F. A. A Cidade. 8º Ed. São Paulo: Contexto, 2007. 8ª ed., 98p.

COELHO, M. C. N. Impactos ambientais em áreas urbanas – teorias, conceitos e métodos de pesquisa. In: CUNHA, S. B.; GUERRA, A. J. T. (Orgs.). Impactos ambientais urbanos no Brasil. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001, p. 19-45.

CORRÊA, L. R. Meio ambiente e a metrópole. In: Trajetórias geográficas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005, 3ª ed., p. 153-70.

CUSTÓDIO, V.. Inundações no espaço urbano: as dimensões natural e social do problema. Terra Livre. Goiânia: AGB Nacional, Ano 21, v. 1, n. 24. jan-jun/ 2005, p. 211-30.

DOUGLAS, I. The Urban Environment. London: Edward Arnold, 1983, 229 p.

FRAISOLI, C. Capítulo 1- A valorização do espaço; Capítulo 2 – A produção do meio ambiente urbano. In: Valorização do espaço e fragilidade ambiental: o caso da construção do meio ambiente urbano da bacia do córrego Santo Antônio, Mogi Mirim – SP. Campinas, 2005, p.15-59. Dissertação (Me st rado em Geogra fia) . Ins ti tuto de Geociências, Universidade Estadual de Campinas/Unicamp.)

GONÇALVES, C. W. P. Os (des) caminhos do meio ambiente. São Paulo: Contexto, 1989.

GONÇALVES, C. W. P. Formação socioespacial e questão ambiental no Brasil. In: BECKER, B. K. et. al. (orgs.). Geografia e meio ambiente no Brasil. São Paulo/Rio de Janeiro: HUCITEC, 1995, p. 309-33.

HOUAISS, A.; VILLAR, M. de S.; FRANCO, F. M. de M.. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001. p. 2635.

MENDONÇA, F. Geografia física: ciência humana? São Paulo: Contexto, 3ª ed.,1992.

MENDONÇA, F. Geografia e meio ambiente. São Paulo: Contexto, 2005, 8ª ed.

MENDONÇA, F. Geografia socioambiental. Terra Livre. São Paulo: AGB, n. 16, 1° semestre/ 2001. p. 139-58.

MOREIRA, A. C. M. L.. Conceitos de ambiente e de impacto ambiental aplicáveis ao meio urbano . São Paulo: 1999. Disponível em: . Acesso em: maio de 2008. (Material didático da disciplina de pós-graduação AUP 5861 - Políticas públicas de proteção do ambiente urbano).

MORIN, E. O método 1: a natureza da natureza. 2. ed. Porto Alegre: Sulina, 2005.

MORIN, E. Introdução ao pensamento complexo. 3. ed. Porto Alegre: Sulina, 2007.

OLIVEIRA, M.; HERRMANN, M. L. P.. Ocupação do solo e riscos ambientais na área conurbada de Florianópolis. In: CUNHA, S. B.; GUERRA, A. J. T. (Orgs.). Impactos ambientais urbanos no Brasil. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001. p. 143-188.

ROSS, J. L. S. Ecogeografia do Brasil: subsídios para planejamento ambiental. São Paulo: Oficina de Textos, 2006, 208p.

ROSS, J. L. S. Geomorfologia: ambiente e planejamento. São Paulo: Contexto, 2007, 8ª ed., 85p.

ROSS, J. L. S. Geomorfologia aplicada aos Eias-Rimas. In: GUERRA, A. J. T.; CUNHA, S. B. Geomorfologia e meio ambiente. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996, p. 291- 336.

SANTOS, M.. A Natureza do Espaço. São Paulo: EDUSP, 2002.

SILVA, J. X. A pesquisa ambiental no Brasil: uma visão crítica. In: BECKER, B. K. et. al. (orgs.). Geografia e meio ambiente no Brasil. São Paulo/Rio de Janeiro: HUCITEC, 1995, p. 346-70.

SUERTEGARAY, D. M. A. Espaço geográfico uno e múltiplo. In: SUERTEGARAY, D. M. A.; BASSO, L. A.; VERDUM, R. (Orgs.). Ambiente e lugar no urbano – a grande Porto Alegre. Porto Alegre: UFRGS, 2000, p. 13-34.

SUERTEGARAY, D. M. A. Geografia física e geomorfologia: temas para debate (Mesa redonda – Epistemologia da Geomorfologia). In: ANAIS DO VII SIMPÓSIO NACIONAL DE GEOMORFOLOGIA – SINAGEO - E II ENCONTRO LATINO-AMER ICANO DE GEOMORFOLOGIA – DINÂMICA E DIVERSIDADE DE PAISAGENS. Instituto de Geociências, Universidade Federal de Minas Gerais: UFMG. Belo Horizonte, ago. de 2008.

VERDUM, R. & MEDEIROS, R. M. V. (Org.). RIMA, Relatório de Impacto Ambiental: Legislação, elaboração e resultados - 4° Ed. Rev. ampl. – Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 2002.

VEROCAI, I. (Org.) EIA de abertura da Barra de Saquarema – Anexo II (Dicionário de Termos Ambientais). Disponível em:<http://www.uff.br/remadsuff/BibVirtual/EIA_RIMA_Saquarema/PDFiles/EIASaqua/EIASaqua16.PDF>. Acesso em: fev. de 2009, p. 215-254.

VERSTAPPEN, H .T. Geomorphology and Urbanization in: Applied Geomorphology: Surveys for Environment Development. Amsterdam: Elsevier, 1983, p. 149-175.

Downloads

Publicado

2010-04-30

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

REHBEIN, Moisés Ortemar; ROSS, Jurandyr Luciano Sanches. Impacto ambiental urbano: revisões e construções de significados. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), São Paulo, Brasil, v. 14, n. 1, p. 95–112, 2010. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2010.74157. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/74157.. Acesso em: 19 maio. 2024.