Avaliação da precipitação na Serra do Mar – SP em eventos de diferentes intensidade e duração

Autores

  • Cesar Henrique Gonçalves Pellegatti Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
  • Emerson Galvani Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2010.74160

Palavras-chave:

Efeito orográfico, Sistemas atmosféricos, Serra do Mar, Precipitação, Ventos úmidos

Resumo

A Serra do Mar, em seu trecho ao longo do litoral paulista, tem como um de seus aspectos climatológicos mais marcantes, a influência da orografia nos totais de precipitação. A configuração do obstáculo e a atuação dos sistemas atmosféricos são responsáveis por totais de precipitação significativamente diferentes ao longo de seu perfil que, por sua vez, contempla diferentes compartimentos do relevo, tais como a Baixada Santista, as vertentes úmidas da escarpa e seu rebordo interiorano. A análise de uma série de eventos de precipitação, distribuídos por sua intensidade e duração, mostra a influência da orografia ao promover totais que estão entre os mais elevados do Brasil, até áreas com totais que, quando comparados aos das vertentes úmidas, apresentam-se como áreas de sombra de chuva. Em quatro eventos selecionados ao longo do ano de 2005 com a utilização de cinco postos pluviométricos, foram analisados a evolução horária e o acumulado de precipitação para a elevada e reduzida intensidade e para longa e curta duração. Os eventos selecionados mostram que a intensificação da orografia ocorre, sobretudo, com associação de sistemas atmosféricos e o posicionamento dos postos de medição. Assim, verificou-se que durante eventos de curta duração, a variação dos totais de precipitação é significativamente inferior à variação espacial durante os eventos de longa duração, uma vez que, durante os de curta duração predominam sistemas convectivos, ao passo que, durante eventos de longa duração, predominam sistemas frontais, sendo registrados totais de precipitação muito superiores nos postos voltados ao oceano àqueles ocorridos nos postos interiores.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Cesar Henrique Gonçalves Pellegatti, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

    Doutorando em Geografia Física da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo (FFLCH/USP).

  • Emerson Galvani, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

    Professor Doutor do Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo (FFLCH/USP).

Referências

AB´SABER, A, N. O tombamento da Serra do Mar no estado de São Paulo. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, nº21, Rio de Janeiro, 1986.

BLANCO, C, M, R. Processos de intensificação orográfica na Serra do Mar em São Paulo. São Paulo, 1999. Dissertação (Mestrado). Instituto Astronômico e Geofísico, Universidade de São Paulo (USP).

CONTI , J, B. Circulação secundária e efeito orográfico na gênese das chuvas na região lesnordeste paulista. São Paulo,1995. Tese (Doutorado). Instituto de Geografia, Universidade de São Paulo (USP).

INEICH, C. Precipitation patterns in the lee of the Santa Cruz mountains of California. Prized Writing. São Francisco: University of California Press, 2005.

MATOS, J, N. O clima de São Paulo. Secretaria da agricultura, comércio e obras publicas do estado de São Paulo, Serviço Meteorológico nº 38. São Paulo, 1925.

MILANESI, M, A. Avaliação do efeito orográfico na pluviometria de vertentes opostas da Ilha de São Sebastião (Ilhabela-SP). São Paulo, 2007. Dissertação (Mestrado). Departamento de Geografia , Univer sidade de São Paulo (USP).

MONTEIRO, C. A. de F. A dinâmica climática e as chuvas do estado de São Paulo: estudo em forma de Atlas. Instituto de Geografia, Universidade de São Paulo, 1973.

NUNES, L,H. Impacto pluvial na Serra do Paranapiacaba e Baixada Santista. São Paulo, 1997. Dissertação (Mestrado). Departamento de Geografia, Universidade de São Paulo (USP).

SANT'ANNA NETO, J, L. Ritmo climático e as chuvas na zona costeira paulista. São Paulo, 1997.

Dissertação (Mestrado) . Departamento de Geografia, Universidade de São Paulo (USP).

SANTOS, E, O. A baixada santista: Aspectos geográficos. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1965, p 95-150.

SILVA DIAS, M. A. F. Sistemas de mesoescala e previsão de tempo a curto prazo. RBMet., 2: p. 133-150, 1987.

Downloads

Publicado

2010-04-30

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

PELLEGATTI, Cesar Henrique Gonçalves; GALVANI, Emerson. Avaliação da precipitação na Serra do Mar – SP em eventos de diferentes intensidade e duração. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), São Paulo, Brasil, v. 14, n. 1, p. 147–158, 2010. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2010.74160. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/74160.. Acesso em: 21 jun. 2024.