“PATRIMONIALIZAÇÃO DO PATRIMÔNIO”: ENSAIO SOBRE A RELAÇÃO ENTRE TURISMO, “PATRIMÔNIO CULTURAL” E PRODUÇÃO DO ESPAÇO

Autores

  • Rita de Cássia Ariza da Cruz Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2012.74255

Palavras-chave:

Patrimônio cultural, Patrimonialização, Turismo, Produção do espaço, Contradição.

Resumo

Este artigo objetiva construir uma análise crítica acerca da relação entre turismo, patrimônio e produção do espaço. Para tanto, parte de uma conceituação de cultura e de patrimônio cultural para, a partir daí, discutir o que se chamou aqui de “patrimonialização do patrimônio”, ou seja, a institucionalização de mecanismos de proteção do patrimônio cultural, material e imaterial. Essa reflexão é norteada por uma premissa fundamental, ou seja, pelo reconhecimento de que os processos em tela são parte do processo conflituoso e contraditório de produção do espaço, abrigando, por isso, no seu interior, um sem número de contradições. Tais contradições são discutidas, uma a uma, ao longo da exposição.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Rita de Cássia Ariza da Cruz, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

    Geógrafa, docente do depto. de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo (FFLCH/USP).

Referências

ALFREDO, A. Geografia do turismo, a crise ecológica como crítica objetiva do trabalho. O turismo como ilusão necessária. Revista Geousp – espaço e tempo, nº 9, 2001, p. 37-62.

BERTONCELLO, R.; CASTRO, H.; ZUSMAN, P. Turismo y patrimonio: una relación puesta en cuestión. In: BERTONCELLO, Rodolfo & CARLOS, Ana Fani A. (Orgs). Procesos Territoriales en Argentina y Brasil. Buenos Aires, 2003, pp. 277-292.

CARLOS, A. F. A.. O lugar no/do mundo. SP: Hucitec, 1996, 150 p.

CARLOS, A. F. A. O consumo do espaço. IN: CARLOS, A. F. A. (org). Novos caminhos da Geografia. São Paulo: Contexto, 1999, pp. 173-186.

CHESNAIS, François. A mundialização do capital. São Paulo: Xamã, 1996.

CHOAY, François. Alegoria do patrimônio. 3ª. Ed. Tradução de Luciao Vieira Machado. São Paulo: Estação Liberdade, 2006. Ed. Unesp, 282 p.

CIFELLI, G.Turi smo , pa trimônio e novas territorialidades em Ouro Preto (MG). Campinas, 2005. Dissertação (Mestrado), UNICAMP.

CRUZ, R. C. A. da. Geografias do turismo: de lugares a pseudo-lugares. SP: Roca, 2007, 140 p.

FERRARA, L. D’A. Os lugares improváveis. In: YÁZIGI, Eduardo (Org.). Turismo e paisagem. SP: Contexto, 2002, pp. 65-82.

FREY, Klaus. Políticas públicas: um debate conceitual e reflexões referentes à prática da análise de políticas públicas no Brasil. Revista de Administração, n. 21, 2000, pp. 211-261.

FUNARI, P. P. & PINSKY, J. Turismo e patrimônio cultural. SP: Contexto, 2001, 103 p.

HARVEY, David. A produção capitalista do espaço. São Paulo: AnnaBlume, 2005, 251 p.

LUCHIARI, M. T. D. A re-invenção do patrimônio arquitetônico no consumo das cidades. Revista Geousp – espaço e tempo, nº 17, 2005, pp. 95-105.

MENESES, U. T. B. de. Os usos culturais da cultura. Contribuição para uma abordagem crítica das práticas e políticas culturais. In: YÁZIGI. Eduardo; CARLOS, Ana Fani A.; CRUZ, Rita de Cássia A. da. Turismo, espaço, paisagem e cultura. SP: Hucitec, 1996, pp. 88-99.

SANTOS, M. Técnica, espaço, tempo: globalização e meio técnico-cinetífico-informacional. SP: Hucitec, 1994, 190 p.

SANTOS, M. A natureza do espaço. São Paulo: Hicitec, 1996, 308 p.

SCIFONI, S. Patrimônio mundial: do ideal humanista à utopia de uma nova civilização. Revista Geousp – espaço e tempo, nº 14, 2003, pp. 77-88.

URRY, John. O olhar do turista: lazer e viagens nas sociedades contemporâneas. São Paulo: Studio Nobel: SESC, 1996, 231 p.

Downloads

Publicado

2012-08-30

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

CRUZ, Rita de Cássia Ariza da. “PATRIMONIALIZAÇÃO DO PATRIMÔNIO”: ENSAIO SOBRE A RELAÇÃO ENTRE TURISMO, “PATRIMÔNIO CULTURAL” E PRODUÇÃO DO ESPAÇO. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), São Paulo, Brasil, v. 16, n. 2, p. 95–104, 2012. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2012.74255. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/74255.. Acesso em: 20 abr. 2024.