URBANIZAÇÃO E CRIAÇÃO DE NOVOS MUNICÍPIOS NO FRONT AGRÍCOLA: FACES DO USO CORPORATIVO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO

Autores

  • Silvana Cristina da Silva

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2013.74931

Palavras-chave:

Emancipações municipais, Uso corporativo do território, Front agrícola, Mato Grosso.

Resumo

A atual divisão territorial do trabalho do território brasileiro responde, em grande medida, à divisão internacional do trabalho. Nesse processo coube à Região Centro-Oeste a produção de commodities. A urbanização é uma exigência para a difusão da moderna agricultura, no entanto, a necessidade de regulação política completa-se por meio da criação de municípios. As emancipações municipais tornam-se instrumentos eficientes à promoção do agronegócio, conformando um uso corporativo do território brasileiro nas áreas de moderna agricultura como no estado do Mato Grosso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-08-30

Como Citar

SILVA, S. C. da. URBANIZAÇÃO E CRIAÇÃO DE NOVOS MUNICÍPIOS NO FRONT AGRÍCOLA: FACES DO USO CORPORATIVO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 17, n. 2, p. 3-17, 2013. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2013.74931. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/74931. Acesso em: 7 mar. 2021.

Edição

Seção

PARTE I - Urbanização brasileira no início do século XXI