DINAMISMOS ATUAIS DO CIRCUITO INFERIOR DA ECONOMIA URBANA NA CIDADE DE SÃO PAULO: EXPANSÃO E RENOVAÇÃO

Autores

  • Marina Regitz Montenegro

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2013.74933

Palavras-chave:

Circuito inferior, Mercado de trabalho, Globalização, Pobreza, Meio construído

Resumo

A intensificação da participação do Brasil na divisão internacional do trabalho vem implicando a presença cada vez maior dos agentes da economia globalizada e de suas atividades modernas nas grandes metrópoles do país, sobretudo em São Paulo que se destaca no cenário internacional como uma das ditas cidades “globais”. Não obstante, as metrópoles abrigam também uma enorme gama de atividades realizadas pela população pobre. Deste modo, contêm diferentes divisões do trabalho que coexistem e que, por sua vez, podem ser analisadas como circuitos da economia urbana (SANTOS, 1978). A partir da seleção de determinadas áreas da cidade de São Paulo que aparecem como verdadeiros “focos de concentração” do circuito inferior, procuramos compreender como se caracteriza este circuito hoje e, também, como este se relaciona com as variáveis centrais do período atual, entendidas aqui como a técnica, a informação, o consumo, a publicidade e as finanças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marina Regitz Montenegro

Doutoranda em Geografia Humana pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade
de São Paulo

Downloads

Publicado

2013-08-30

Como Citar

MONTENEGRO, M. R. DINAMISMOS ATUAIS DO CIRCUITO INFERIOR DA ECONOMIA URBANA NA CIDADE DE SÃO PAULO: EXPANSÃO E RENOVAÇÃO. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 17, n. 2, p. 33-45, 2013. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2013.74933. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/74933. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

PARTE I - Urbanização brasileira no início do século XXI