Geografia e poesia lírica: considerações sobre a obra "A poética do espaço", de Gaston Bachelard

Autores

  • Felipe Cabañas da Silva Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2015.80079

Palavras-chave:

lírica, espaço, Bachelard, poética, geografia e literatura

Resumo

Este artigo tem como meta realizar uma leitura da obra “A poética do espaço”, do filósofo Gaston Bachelard, analisando especialmente suas possíveis contribuições a uma abordagem geográfica da poesia lírica. Tendo em vista que os estudos geográficos da literatura demonstram historicamente uma predileção pelo gênero romanesco, os geógrafos que pretendem pensar a poesia lírica devem buscar a integração de contribuições teóricas diversificadas. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Cabañas da Silva, Universidade de São Paulo

Bacharel (2008) e Licenciado (2010) em geografia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestrando em Geografia Humana pela mesma instituição. É também tradutor francês-português, tendo trabalhado para a Editora Martins Fontes durante dois anos, na tradução de um Dicionário de Ciências Humanas, de Jean François Dortier, publicado em 2010. Desde o TGI desenvolve pesquisas relacionando espaço geográfico e literatura. 

Referências

ADORNO, Theodor W. Notas de literatura I. São Paulo: Duas Cidades; Ed. 34, 2003. 176p.

ANDRADE, Carlos Drummond de. Boitempo – Menino antigo. 8ª ed. Rio de Janeiro: Record, 2006.

BACHELARD, Gaston. A poética do espaço. 1ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

__________________.Coleção Os pensadores. São Paulo: Abril Cultural, 1978

BENJAMIN, Walter. Charles Baudelaire: um lírico no auge do capitalismo. 3ª ed. São Paulo: Brasiliense, 2000.

BROSSEAU, Marc. Des romans géographes. Paris: L’harmattan, 1996.

CORRÊA, Roberto Lobato. Da Nova Geografia à Geografia Nova. In: Revista de Cultura Vozes. Ano 74. Volume LXXIV. Geografia e sociedade: os novos rumos do pensamento geográfico. Petrópolis: Vozes, 1980.

DIMAS, Antonio. Espaço e romance. 3. ed. São Paulo: Ática, 1994.

FILHO, Ozíris Borges. Espaço e literatura: introdução à topoanálise. In: Anais do XI Congresso Internacional da Associação Brasileira de Literatura Comparada, 2008: São Paulo, SP - Tessituras, Interações, Convergências / NITRINI, S. et al. - São Paulo: ABRALIC, 2008. Ebook.

http://www.abralic.org.br/anais/cong2008/AnaisOnline/simposios/pdf/067/OZIRIS_FILHO.pdf

LAFAILLE, Richard. Départ: Géographie et poésie. In: The Canadian Geographer / Le Géographe canadien 33, n. 2 (1989) 118-130

LÉVY, Bertrand. Géographie culturelle, géographie humaniste et littérature : Position épistémologique et méthodologique. Géographie et Cultures, 1997, no21, pp. 27-44 .

SANTOS, Milton. A natureza do espaço. 4ª ed. São Paulo: EDUSP, 2004a.

_____________. Pensando o espaço do homem. 5 ed. São Paulo: EDUSP, 2004b.

SUZUKI, Júlio César. O poeta, a cidade e o esfacelamento do indivíduo na modernidade: uma leitura de “A rosa do povo”. In: MARANDOLA Jr, Eduardo; GRATÃO, Lúcia Helena Batista (Orgs). Geografia & Literatura: Ensaios sobre geograficidade, poética e imaginação. (pp. 243-255). 1ª ed. Londrina: Eduel, 2010.

TUAN, Yi Fu. Topofilia: um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. São Paulo: Difel, 1980.

Downloads

Publicado

2015-04-03

Como Citar

SILVA, F. C. da. Geografia e poesia lírica: considerações sobre a obra "A poética do espaço", de Gaston Bachelard. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 19, n. 1, p. 60-75, 2015. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2015.80079. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/80079. Acesso em: 7 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos