Concentração espacial de fábricas de cutelaria em Arroio Grande – Santa Maria-RS: uma abordagem locacional

Autores

  • Anderson Mendes Rocha Universidade Federal de Santa Maria
  • Carmen Luyara Canabarro Leal Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2014.90066

Palavras-chave:

Cutelaria, Concentração espacial, Abordagem locacional, Localização industrial.

Resumo

Este artigo discute a concentração de fábricas de cutelaria do distrito de Arroio Gran- de, no município de Santa Maria-RS, a partir do enfoque locacional e das teorias de lo- calização industrial. Procura caracterizar o objeto de estudo em suas temporalidades, para identificar os fatores locacionais que favoreceram a concentração das fábricas no referido distrito. O estudo baseia-se na contribuição metodológica de Lefebvre (1978) e Santos (1979) e também nas discussões sobre localização industrial encon- tradas principalmente em Manzagol (1985), Corrêa (1986) e Braga (2008).

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Anderson Mendes Rocha, Universidade Federal de Santa Maria
    Acadêmico do Curso de Geografia - Licenciatura da UFSM (Universidade Federal de Santa Maria). Departamento de Geociências.
  • Carmen Luyara Canabarro Leal, Universidade Federal de Santa Maria
    Acadêmica do Curso de Geografia - Licenciatura da UFSM (Universidade Federal de Santa Maria). Departamento de Geociências.

Referências

AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DE SANTA MARIA. Santa Maria em dados. Disponível em:<http://santamariaemdados.com.br/>. Acesso em: 6 ago. 2012.

BEBER, C. C. Santa Maria 200 anos: história da economia do município. Santa Maria: Pallotti, 1998.

BIANCHINI, G. N. A dinâmica da mudança em uma empresa familiar: o caso das facas coqueiro. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2005.

BRAGA, R. M. Tendências e perspectivas das teorias locacionais no capitalismo contemporâneo. Geografares, Vitória: UFES, n. 6, p. 167-179, 2008.

CORRÊA, R. L. O enfoque locacional na geografia. Terra Livre, São Paulo: AGB, n. 1, p. 62-66, 1986.

FERRARI, C. Curso de Planejamento Municipal Integrado. 5. ed. São Paulo: Pioneira, 1986.

FERRO, T. L. M. O setor primário de Santa Maria na perspectiva do rural: a reestruturação das atividades produtivas. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2008.

IBGE. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Dados demográficos, 2010. Disponível em:<http://www.ibge.gov.br/>. Acesso em: 10 ago. 2012.

LAUSUÉN, J. R. Generalizações em torno da noção de polo de crescimento. Boletim Geográfico, Rio de Janeiro: IBGE, n. 238, p. 18-35, 1974.

LEFEBVRE, H. De lo rural a lo urbano. Barcelona: Península, 1978.

LUTHER, A. Reconfiguração do território: transformações socioambientais em Arroio Grande/Santa Maria-RS. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Rural) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2005.

MAMIGONIAN, A. Localização industrial no Brasil: notas metodológicas e exemplos. Boletim Paulista de Geografia, São Paulo: AGB, n. 51, p. 83-86, 1976.

MANZAGOL, C. Lógica do espaço industrial. São Paulo: Difel, 1985.

MARTINS, J. S. A sociabilidade do homem simples. São Paulo: Hucitec, 2000.

SANTOS, M. Espaço e método. São Paulo: Nobel, 1985.

SANTOS, M. Economia espacial: críticas e alternativas. São Paulo: Hucitec, 1979.

Downloads

Publicado

2014-12-12

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

ROCHA, Anderson Mendes; LEAL, Carmen Luyara Canabarro. Concentração espacial de fábricas de cutelaria em Arroio Grande – Santa Maria-RS: uma abordagem locacional. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), São Paulo, Brasil, v. 18, n. 3, p. 547–560, 2014. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2014.90066. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/90066.. Acesso em: 23 jul. 2024.