Em nome do bem

Autores

  • Roberto Círio Nogueira Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2525-8133.opiniaes.2010.108642

Palavras-chave:

Grande sertão, veredas, “Intestino grosso”, “O cobrador”, revolução, utopia, desigualdade social

Resumo

O artigo apresenta um estudo comparativo entre o episódio da guerra deflagrada pelo personagem Zé Bebelo, em Grande sertão: veredas, de Guimarães Rosa, e os atentados cometidos pelo narrador-protagonista do conto “O cobrador”, de Rubem Fonseca. Com relação ao primeiro, pretende-se demonstrar sua compreensão idealizada da modernidade, segundo a qual a redenção da condição miserável dos sertanejos só seria possível através de uma revolução que impusesse a ordem republicana no sertão. Já com a análise de “O cobrador”, tencionamos explicitar a dissimulação com a qual o narrador se descreve como quem luta por uma sociedade mais igualitária; objetivo que, à semelhança do ocorrido com Zé Bebelo, também não é alcançado. A frustração dos ideais de ambos os personagens articula-se, por sua vez, a uma imagem de desigualdade social, que aproxima os textos de ambos os autores, justificando a abordagem comparativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberto Círio Nogueira, Universidade de São Paulo

FFLCH, DLCV, Programa de Pós-Graduação em Literatura Brasileira

Downloads

Publicado

2010-12-17

Como Citar

Nogueira, R. C. (2010). Em nome do bem. Opiniães, 1(1), 69-81. https://doi.org/10.11606/issn.2525-8133.opiniaes.2010.108642

Edição

Seção

Tema livre