Desejo e culpa na poesia inaugural de Vinicius de Moraes

  • Natasha Juliana Mascarenhas Pereira Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj)
Palavras-chave: Poesia modernista, Vinicius de Moraes, Erotismo, Desejo, Culpa cristã

Resumo

Neste trabalho, buscamos analisar a primeira poesia de Vinicius de Moraes. Debruçamo-nos, sobretudo, nos dois primeiros livros – O caminho para a distância (1933) e Forma e exegese (1935) –, a fim de investigar um traço marcante de sua poesia erótica no período: a questão da culpa cristã. Após a delimitação de traços comuns à sua poesia inaugural em termos formais e temáticos, selecionamos alguns poemas que exemplificam tais aspectos, sobretudo no que se refere à dualidade entre desejo e culpa, bem como à relação entre o sagrado e o profano. Por fim, dedicamos especial atenção a um poema em que Vinicius desenvolve, por meio de uma alegoria, o conflito em questão, reconhecendo a inutilidade de se tentar negar a própria natureza.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRADE, Mário de. Belo, forte, jovem. In: MORAES, Vinicius de. Vinicius de Moraes: poesia completa e prosa. Volume único. Organização: Eucanaã Ferraz. 4. ed. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2004.

BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Disponível em: <https://www.bibliaonline.com.br/>. Acesso em: 28 jul. 2017.

CARMONA, Kaio. Um lírico dos tempos: erotismo e participação social na poesia de Vinicius de Moraes. São Paulo: Scortecci, 2006.

CASTELLO, José. Vinicius de Moraes: o poeta da paixão – uma biografia. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2013.

COUTINHO, Afrânio. A literatura no Brasil: Era Modernista. v. 5. Co-direção: Eduardo de Faria Coutinho. 7. ed. rev. e atual. São Paulo: Global, 2004.

FERREIRA, David Mourão. O amor na poesia de V. de M. In: MORAES, Vinicius de. Vinicius de Moraes: poesia completa e prosa. Volume único. Organização: Eucanaã Ferraz. 4. ed. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2004.

FREUD, Sigmund. Obras completas, volume 11: totem e tabu, contribuição à história do movimento psicanalítico e outros textos (1912-1914). Tradução de Paulo César de Souza. 1. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

______. O Ego e o Id e outros trabalhos (1923-1925). v. 19. Rio de Janeiro: Imago, 1980.

HOUAISS, Antônio. Dicionário eletrônico Houaiss da língua portuguesa. Versão monousuário 3.0. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.

JUNQUEIRA, Ivan. Vinicius de Moraes: língua e linguagem poética. In: ______. Ensaios escolhidos: de poesia e poetas. v. 1. São Paulo: A Girafa Editora, 2005.

LAENDER, Nadja Ribeiro. A construção do conceito de superego em Freud. Reverso, Belo Horizonte, v. 27, n. 52, set. 2005. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-73952005000100009>. Acesso em: 26 jul. 2017.

LEITÃO, Mary Nascimento da Silva. Poeta e eu-poético unidos pela “fatalidade” feminina: um estudo residual da obra de Vinicius de Moraes. In: CONGRESSO NACIONAL DE LITERATURA, 2., 2014, João Pessoa. Anais... João Pessoa: Mídia, 2014. Disponível em: <https://goo.gl/NZmDR2>. Acesso em: 10 jan. 2018.

MAFFESOLI, Michel. A parte do diabo. Rio de Janeiro: Record, 2004.

MARCUSE, Herbert. Eros e civilização: uma interpretação filosófica do pensamento de Freud. Tradução de Álvaro Cabral. 8. ed. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1981.

MORAES, Vinicius de. Vinicius de Moraes: poesia completa e prosa. Volume único. Organização: Eucanaã Ferraz. 4. ed. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2004.

NIETZSCHE, Friedrich. Genealogia da moral. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

PALLOTINI, Renata. Vinicius de Moraes: aproximação. In: MORAES, Vinicius de. Vinicius de Moraes: poesia completa e prosa. Volume único. Organização: Eucanaã Ferraz. 4. ed. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2004.

Publicado
2018-07-29
Como Citar
Mascarenhas Pereira, N. (2018). Desejo e culpa na poesia inaugural de Vinicius de Moraes. Opiniães, (12), 135-148. https://doi.org/10.11606/issn.2525-8133.opiniaes.2018.142894