Para trás da Serra do Mim – Lá

o inominável lugar

  • Fernanda Yazbek Rivitti Universidade de São Paulo
Palavras-chave: João Guimarães Rosa, desrazão, infância, reversibilidade, poder da palavra

Resumo

O presente artigo analisa o conto "A menina de lá", do livro Primeiras Estórias, de João Guimarães Rosa, no rastro da experiência da ordem do aberto, do indefinível e inominável que o locativo "lá" configura na narrativa. O conceito de "desrazão", conforme tomado de Foucault e Blanchot por Peter Pál Pelbart, norteia o percurso de análise, no qual a imagem da criança protagonista, construída no signo da ausência, silêncio e imobilidade, tensiona as ambiguidades de carência e plenitude, loucura e santidade, normalidade e anormalidade, silêncio e Verbo Criador, desdobrando a imagem de infans em sua anterioridade em relação à fala/simbolização, à aculturação, ao utilitarismo, em um "lugar de existência" cujas dimensões podem ser psíquicas ou metafísicas. Na trama do enredo e construção da personagem se deslinda uma rede de sentidos e imagens que obrigam o leitor a habitar, também, o vazio, o aberto, a anterioridade... o lá.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BLANCHOT, Maurice. O espaço literário (trad. Álvaro Cabral). Rio de Janeiro: Rocco, 2011.

CAMACHO, Fernando. "Entrevista com João Guimarães Rosa". Revista Humboldt, vol. 18, nº 37, Munique; Rio de Janeiro, 1978. Disponível em: http://www.elfikurten.com.br/2016/05/joao-guimaraes-rosa-entrevistado-por.html. Acesso em: 7 de agosto de 2017.

CANDIDO, Antonio. A educação pela noite e outros ensaios. Ed Ática, São Paulo, 2000.

COUTINHO, Eduardo F. (org.). Guimarães Rosa. (Coleção Fortuna Crítica v.6). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1983.

FOUCAULT, Michel. História da Loucura na Idade Clássica. São Paulo: editora Perspectiva, 1978.

______. O pensamento do exterior. São Paulo: Editora Princípio.

HESÍODO. Teogonia: a origem dos deuses. Estudo e tradução de Jaa Torrano (6ª ed.). São Paulo: Iluminuras, 2006.

LEEMING, David; PAGE, Jack. Goddess: Myths of the Female Divine. New York: Oxford University Press, 1994.

LIEVEGOED, Bernardus Cornelius Johannes. Desvendando o crescimento: As fases evolutivas da infância e da adolescência. Tradução de Rudolf Lanz. São Paulo: Antroposófica, 1994.

PAZ, Octavio. Signos em rotação. São Paulo: Perspectiva, 1996.

PELBART, Peter Pál. A nau do tempo-rei: sete ensaios sobre o tempo da loucura. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1993.

PIAGET, Jean O nascimento da inteligência na criança. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1970.

ROSA, João Guimarães. Grande Sertão: Veredas. (19ª ed.). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

______. Primeiras Estórias. (15ª ed.). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

______. João Guimarães Rosa: correspondência com seu tradutor italiano Edoardo Bizzarri. (3ª ed.). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2003.

______. Sagarana. (21ª ed.). Rio de Janeiro: José Olympio, 1978.

______. Tutaméia: Terceiras Estórias. (3ª ed.). Rio de Janeiro: José Olympio, 1969.

SPERBER, Suzi Frankl. Guimarães Rosa: signo e sentimento. São Paulo: Ática, 1982.
Publicado
2018-12-21
Como Citar
Rivitti, F. (2018). Para trás da Serra do Mim – Lá. Opiniães, (13), 223-240. https://doi.org/10.11606/issn.2525-8133.opiniaes.2018.148867