A contística de Clarice Lispector e Sonia Coutinho: o liame entre a linguagem e o ato de narrar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2525-8133.opiniaes.2021.180214

Palavras-chave:

Estudos literários, Linguagem, Experiência existencial, Escrita feminina, Ato narrativo

Resumo

O presente trabalho investiga as relações temáticas e estruturais que permitem apontar uma afinidade entre as estéticas e experiências autorais de Clarice Lispector e Sonia Coutinho, ou seja, rastreia-se quais relações entre a linguagem e o ato de narrar de Sonia Coutinho retomam questões caras a Clarice Lispector em sua produção literária. Embasado em estudiosos como Barthes (2012), Pamuk (2011), Sá (1979), Sant’anna (2013), Asadczuk (2017) e Leiro (2003), apliquei tais rastreamentos críticos, teóricos e linguísticos na análise de alguns contos de Clarice Lispector e Sonia Coutinho, viabilizando comparações entre as experiências narradas e as perspectivas apresentadas por cada autora em seu panorama narrativo. No decorrer das análises, uma visão geral pôde ser traçada, na qual as personagens clariceanas iniciam um percurso conflituoso para um aprendizado existencial; situação essa que avança nas narrativas de Coutinho, posto que as personagens aceitam o desafio de transgredirem os papéis sociais e serem/viverem suas próprias identidades, mesmo que atravessadas pela impossibilidade de serem compreendidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Deivity Kássio Correia Cabral, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB

Mestrando em Letras: cultura, educação e linguagens, pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), campus Vitória da Conquista - Bahia

Referências

ASADCZUK, Luciana. Submissão e transgressão: Trajetórias de personagens femininas na contística de Sonia Coutinho. Ponta Grossa, 2017. Dissertação (Estudos da Linguagem) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2017.

BARTHES, Roland. O rumor da língua. Tradução de Mario Laranjeira. 3. ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2012.

BRASIL, Assis. Clarice Lispector (Ensaio). Rio de Janeiro: Organização Simões Editora, 1969.

CANDIDO, Antônio. No raiar de Clarice Lispector. In: Vários escritos. São Paulo: Duas Cidades, 1970, pp. 125-131.

CÉSAR, Daisy da Silva. A Contística de Sonia Coutinho e suas implicações identitárias. Cadernos de Letras da UFF, Rio de Janeiro, v. 36. Disponível em: http://www. Cadernosdeletras.uff.br/joomla/images/stories/edicoes/36/cotidiano1.pdf. Acesso em: 14 set. 2020.

COUTINHO, Sonia. Toda a verdade sobre a tia de Lúcia: Orquídeas para Clarice. Rio de Janeiro: 7Letras, 2011.

GOMES, Caio Antônio de Medeiros Nóbrega Nunes; AZERÊDO, Genilda. Performances em narrativa de Sonia Coutinho. Acta Scientiarum, Maringá, v. 39, n. 1, p. 23-31.

HOMEM, Maria. No limiar do silêncio e da letra: Traços da autoria em Clarice Lispector. São Paulo: Boitempo Editorial, 2012.

JORNAL A tarde. Salvador, ano 2014, 17 jul. 2014. Disponível em:https://www.recantodasletras.com.br/biografias/4886005. Acesso em: 14 set. 2020.

JORNAL Sidarta. Rio de Janeiro, ano 2012, 10 nov. 2012. Disponível em: http://jornalsidarta.blogspot.com.br. Acesso em: 14 set. 2020.

JUNG, Carl Gustav. Psicologia do Inconsciente. 2. ed. Petrópolis: Vozes, v. 7, 1980.

KADOTA, Neiva Pitta. A tessitura dissimulada: O Social em Clarice Lispector. São Paulo: Estação Liberdade, 1997.

KLINGER, Diana. Literatura e ética: Da forma para a força. Rio de Janeiro: Rocco, 2014.

LEIRO, Lucia Tavares. A família na literatura baiana de autoria feminina contemporânea: um estudo feminista sobre as narrativas de Sonia Coutinho e Helena Parente Cunha. Salvador, 2003. Tese (Letras e Linguística) - Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2003.

LE BRETON, David. Do silêncio. Lisboa: Instituto Piaget, 1997.

LISPECTOR, Clarice. Todos os contos: Amor (Org. Benjamim Moser). Rio de Janeiro: Rocco, 2016.

MACHADO, Rubem M. Sonia Coutinho: uma vida dedicada à arte. O Globo. São Paulo, 9 de nov. 2013. Disponível em: https://blogs.oglobo.globo.com/prosa/post/sonia-coutinho-uma-vida-dedicada-arte-514541.html. Acesso em: 27 de nov. 2020.

MOISÉS, Massaud. Clarice Lispector: ficção e cosmovisão. O Estado de S. Paulo. São Paulo, 26 set. e 3 out. 1970. Suplemento literário.

MOSER, Benjamin. Clarice, uma biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

PAMUK, Orhan. O romancista ingênuo e o sentimental. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

PORTUGAL, Claudius. O sonho de todo autor. Jornal Sidarta, Rio de Janeiro, 29 de novembro de 2010. Seção: Comentários críticos. Disponível em: https://jornalsidarta.blogspot.com/search?updated-max=2010-11-29T11:18:00-08:00&max-results=7&start=20&by-date=false. Acesso em: 15 dez. 2020.

SÁ, Olga de. A escritura de Clarice Lispector. Petrópolis: Vozes, 1979.

SANT'ANNA, Affonso Romano de. De Affonso para Clarice. In: SANT'ANNA, Affonso Romano de. Com Clarice. São Paulo: Editora UNESP, 2013, pp. 59-166. cap. 3, pp. 59-166.

Downloads

Publicado

2021-07-31

Como Citar

Cabral, D. K. C. (2021). A contística de Clarice Lispector e Sonia Coutinho: o liame entre a linguagem e o ato de narrar. Opiniães, (18), 158-182. https://doi.org/10.11606/issn.2525-8133.opiniaes.2021.180214