O lobbying europeu: cenário e bases para seu desenvolvimento

Autores

  • Jordi Xifra Universidad Pompeu Fabra Universidad Autònoma de Barcelona

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2011.139092

Palavras-chave:

Instituições comunitárias. União Europeia. Lobbying. Tomada de decisões. Acessibilidade.

Resumo

Este artigo apresenta uma visão das principais instituições comunitárias e de seus processos de tomada de decisões, os quais explicam o complexo entramado que constitui os sistema da União Europeia, para em seguida analisar os motivos para praticar o lobbying nele. O principal é, além dos interesses em jogo, a complexidade do sistema decisório, mais fragmentado organizativamente, menos integrado hierarquicamente e mais competitivo que os sistemas brasileiros, que favorecem uma acessibilidade muito maior. A análise dessa acessibilidade fecha o artigo. 

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Jordi Xifra, Universidad Pompeu Fabra Universidad Autònoma de Barcelona
    Doctor en Publicidad y Relaciones Públicas por la Universidad Autònoma de Barcelona (UAB). Postgrado en Gestión de la Comunicación Política y Electoral por la UAB. Licenciado en Derecho por la Universidad de Barcelona. Profesor de la Universidad Pompeu Fabra. Profesor del Máster en Gestión de la Comunicación Política y Electoral de la Universidad Autònoma de Barcelona.

Publicado

2011-06-26

Como Citar

XIFRA, Jordi. O lobbying europeu: cenário e bases para seu desenvolvimento. Organicom, São Paulo, Brasil, v. 8, n. 14, p. 167–180, 2011. DOI: 10.11606/issn.2238-2593.organicom.2011.139092. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/organicom/article/view/139092.. Acesso em: 15 abr. 2024.