A maconha aumenta vulnerabilidade a opioides em animais de laboratório

  • Cristiane Ribeiro de Carvalho Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Biológicas. Departamento de Farmacologia. Laboratório de Psicofarmacologia
  • Reinaldo Naoto Takahashi Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Biológicas. Departamento de Farmacologia. Laboratório de Psicofarmacologia
Palavras-chave: Maconha, Cannabis, Dependência, Drogas de abuso, Hipótese da porta de entrada, Opioide.

Resumo

A maconha é a droga ilícita mais consumida no mundo. Estudos epidemiológicos sugerem que o uso precoce da Cannabis facilita a progressão para o uso de outras drogas psicoativas. Embora bastante controversa esta hipótese de “porta de entrada” assume que a dependência de drogas ilícitas é precedida pelo uso de Cannabis. Os modelos animais de dependência podem ser bastante úteis para investigar se a exposição prévia de uma droga per se poderia aumentar a vulnerabilidade ao uso abusivo de outra classe de droga. Nesta revisão, pesquisamos a literatura avaliando os efeitos da exposição prévia aos agonistas canabinoides em modelos animais sobre os comportamentos relacionados ao consumo de outras drogas - como psicoestimulantes e opioides

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-04-23