Entre vênias e velas: disputa política e construção da memória do padroeiro de Salvador (1686-1760)

Autores

  • Evergton Sales Souza Universidade Federal da Bahia; Departamento de História

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.v0i162p131-150

Palavras-chave:

culto aos santos, memória, conflitos políticos

Resumo

Resultado parcial de uma pesquisa que deseja compreender as razões do fracasso devocional do culto ao padroeiro de Salvador - São Francisco Xavier -, o presente artigo descreve e analisa as tentativas de popularização da devoção, além de tratar dos interesses que nortearam a atitude de diferentes agentes em relação às celebrações dedicadas ao santo patrono. Ao estudar os conflitos políticos relacionados à organização das cerimônias e a construção da memória da suposta intercessão salvífica do navarrês quando da epidemia que assolou a cidade da Bahia, em 1686, pretende-se contribuir para a compreensão de aspectos relevantes da história política e religiosa do Brasil moderno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-06-30

Edição

Seção

Artigos