Os confessores de Marx: a companhia de Jesus e o marxismo (1937-1982)

Autores

  • Iraneidson Santos Costa Universidade Estadual de Feira de Santana

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.v0i162p335-368

Palavras-chave:

marxismo, Companhia de Jesus, pensamento social cristão

Resumo

O ensaio confronta as principais interpretações do marxismo elaboradas pela Companhia de Jesus na Europa e no Brasil ao longo do século XX, de modo a acompanhar as transformações ocorridas numa das mais influentes ordens religiosas católicas: de tenaz aliada do antimodernismo e do anticomunismo ela se constituiria num dos segmentos mais ativos na tentativa de conciliação (teórica e prática) entre a doutrina social da Igreja e o marxismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-06-30

Edição

Seção

Artigos