A Babel do futebol: atletas interculturais e torcedores ultras

Autores

  • José Paulo Fiorenzano Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.v0i163p149-174

Palavras-chave:

ultras, futebol global, racismo, violência, atletas africanos

Resumo

A crise de credibilidade na arbitragem, as cenas de guerrilha urbana nos estádios, a perda dos parâmetros financeiros na gestão das esquadras, somadas à denominada "invasão dos estrangeiros", representada em especial pelos atletas africanos, inter-relacionavam-se para compor a fórmula explosiva do calcio às vésperas do Terceiro Milênio. A partir de uma perspectiva teórica informada pelo quadro de referência da sociologia e da antropologia do esporte, o texto aborda esta conjuntura histórica e destaca as questões entrelaçadas do imaginário racista das torcidas ultras de extrema direita - exacerbado pelo avanço do futebol global - e a destreza simbólica dos jogadores negros, refletida na dupla habilidade de se desvencilhar das representações negativas e de articular novas significações sociais para o jogo

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-12-30

Edição

Seção

Dossiê: Artigos