O jogo de xadrez: imagem, poder e igreja (fim do século X - início do século XII)

Autores

  • Philippe Cordez Kunsthistorisches Institut in Florenz; Max-Planck-Institut

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.v0i165p93-119

Palavras-chave:

Xadrez, Objetos, Igrejas

Resumo

O jogo de xadrez, oriental em sua origem, foi adaptado a partir do século X, às realidades sociais e militares do Ocidente. Os códigos de exercício do poder feudal eram simbolizados pela manipulação de suas peças. A análise de quatro usos não lúdicos das peças de xadrez, nas igrejas de Münster, Aix-la-Chapelle, Saint-Denis e Reims, enfatiza a contribuição do jogo para definição simbólica do Império germânico e do Reino da França.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-12-30

Como Citar

CORDEZ, P. O jogo de xadrez: imagem, poder e igreja (fim do século X - início do século XII). Revista de História, [S. l.], n. 165, p. 93-119, 2011. DOI: 10.11606/issn.2316-9141.v0i165p93-119. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/19212. Acesso em: 1 out. 2022.