Exclusão e incorporação: degredados na Amazônia portuguesa na segunda metade do século XVIII

Autores

  • Simei Maria de Souza Torres Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.v0i168p131-166

Palavras-chave:

Amazônia, degredo, século XVIII

Resumo

Este artigo discute o processo de degredo de condenados sentenciados pelos tribunais civis portugueses para a Amazônia portuguesa – Estado do Grão-Pará e Maranhão (1751-1772) e Estado do Grão-Pará e Rio Negro (1772-1823) – na segunda metade do século XVIII, privilegiando a análise da concepção do degredo a serviço das necessidades do Império português a partir de duas lógicas distintas: excluir e incorporar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABREU, João Capistrano de. Caminhos antigos e povoamento do Brasil. Rio de Janeiro: Itatiaia, 1989.

ABREU, João Capistrano de. Capítulos de história colonial. Rio de Janeiro: Itatiaia, 1988.

ALGRANTI, Leila M. Honradas e devotas – Mulheres na Colônia. Rio de Janeiro/Brasília: José Olympio/EdUnB, 1993.

AMADO, Janaína. Crimes domésticos: criminalidade e degredo feminino em Portugal, século XVIII. Textos de História, Revista do Programa de Pós-Graduação em História da UnB. Brasília: UnB, vol. 6, 1999, p. 143-168.

AMADO, Janaína. Viajantes involuntários: degredados portugueses para a Amazônia colonial. História, Ciência e Saúde – Manguinhos. Rio de Janeiro: Fiocruz, vol. VI, 2000, p. 813-832. (Suplemento Especial: Visões da Amazônia)

ARAÚJO, Emanuel. O teatro dos vícios – Transgressão e transigência na sociedade urbana colonial. Rio de Janeiro: José Olympio, 1993.

BOXER, Charles R. O império marítimo português (1415-1825). São Paulo: Cia das Letras, 2002.

COATES, Timothy J. Degredados e órfãs: Colonização dirigida pela Coroa no Império português, 1550-1755. Lisboa: CNCDP, 1998.

Código philippino ou Ordenações e leis do reino de Portugal recopiladas por mandado d’El-Rey d. Philippe I. 3 v. Reprodução “fac-símile” da 14ª edição, feita por Cândido Mendes de Almeida. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, [1870] 1985.

CORTESÃO, Jaime. Os descobrimentos portugueses. Lisboa: Arcádia, 1958.

COSTA, Elisa Maria Lopes da. O povo cigano entre Portugal e terras de além-mar. Lisboa: CNCDP, 1997.

COSTA, Emília Viotti da. Primeiros povoadores do Brasil: o problema dos degredados. Textos de História, Revista do Programa de Pós-Graduação em História da UnB. Brasília: UnB, v. 6, nºs 1 e 2, 1999 [1998], p. 77-100.

DAVIS, Natalie Zemon. Histórias de perdão e seus moradores na França do século XVI. São Paulo: Cia das Letras, 2001.

DIAS, Carlos Malheiro. História da colonização portuguesa no Brasil. Porto: Litografia Nacional, 1924.

FERREIRA, Alexandre Rodrigues. Diário da viagem filosófica pela capitania de São José do Rio Negro. Revista do Instituto Histórico Geográfico Brasileiro, vol. 70. Rio de Janeiro, 1888.

HOLANDA, Sérgio Buarque de (org.). História geral da civilização brasileira: I. Época colonial. 8ª edição. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1989.

MELO, Vasco Marinho de Almeida Homem de. O degredo. Boletim dos Institutos de Criminologia. Lisboa: Cadeia Penitenciária de Lisboa, 1940.

MENDONÇA, Marcos Carneiro de. A Amazônia na era pombalina. Correspondência inédita do governador e capitão-general do Estado do Grão Pará e Maranhão Francisco Xavier de Mendonça Furtado – 1751-1759. Tomos I, II e III. Rio de Janeiro: IHGB, 1963.

NEPOMUCENO, Gabriela Murici. Crime e punição no Antigo Regime português: o degredo civil nas Ordenações Filipinas. Dissertação de mestrado, História, UnB, 2002.

NOGUEIRA, José Carlos Ataliba. Pena sem prisão. São Paulo: Saraiva, 1938.

NOVINSKY, Anita. A Inquisição. São Paulo: Brasiliense, 1986.

LARA, Silvia Hunold (org.). Ordenações Filipinas, livro V. São Paulo: Cia das Letras, 1999.

PIERONI, Geraldo. Desterrados na metrópole e receados na colônia: os ciganos portugueses degredados no Brasil. Varia História. Belo Horizonte, UFMG, nº 12, 1993, p. 114-127.

PIERONI, Geraldo. Os excluídos do reino: a Inquisição portuguesa e o degredo para o Brasil colônia. Brasília: UNB, 2000.

PRIORE, Mary Del. O mal sobre a terra: uma história do terremoto de Lisboa. Rio de Janeiro: Topbooks, 2003.

REIS, Arthur Cezar Ferreira. Casais, soldados e degredados na colonização da Amazônia. III CONGRESSO SUL-RIO GRANDENSE DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA. Comunicação. Belém, 1940.

REIS, Arthur Cezar Ferreira. Tempo e vida na Amazônia. Manaus: Edições Governo do Amazonas, 1965.

SOUZA, Laura de Mello e. Inferno atlântico: demonologia e colonização – séculos XVI-XVIII. São Paulo: Cia das Letras, 1993.

SOUZA, Laura de Mello e. O diabo e a Terra de Santa Cruz: feitiçaria e religiosidade popular no Brasil colonial. São Paulo: Cia das Letras, 1986.

TOMA, Maristela. Imagens do degredo: história, legislação e imaginário (a pena de degredo nas Ordenações Filipinas). Dissertação de mestrado, História, Unicamp, Campinas, 2002.

TORRES, Simei Maria de Souza. O cárcere dos indesejáveis – Degredados na Amazônia portuguesa (1750-1800). Dissertação de mestrado, História, PUC-SP, 2006.

VAINFAS, Ronaldo. Trópico dos pecados: moral, sexualidade e Inquisição no Brasil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997.

Downloads

Publicado

2013-06-30