Dinâmicas históricas de um porto centro-africano: Ambriz e o Baixo Congo nos finais do tráfico atlântico de escravos (1840 a 1870)

Autores

  • Maria Cristina Cortez Wissenbach Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.2015.89698

Palavras-chave:

África centro-ocidental, sécilo XIX, Joachim John Monteiro, Ambriz, minas de Bembe

Resumo

O objetivo deste artigo é o de seguir a história de Ambriz entre as décadas de 1840 e 1870, a fim de iluminar as questões de ordem política e econômica que mediavam as relações com o poder colonial baseada em Luanda, bem como revelar as características do comércio feito pelas sociedades africanas, especialmente por aquelas articuladas ao porto e ao Baixo Congo. Para além de uma abordagem puramente economicista, procura-se entender as atividades comerciais numa relação dialógica em que os setores africanos impõem regras e normas, e estas por sua vez, revelam concepções e formas de associação cuja lógica extrapola uma perspectiva essencialmente eurocêntrica.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

2015-06-30

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

WISSENBACH, Maria Cristina Cortez. Dinâmicas históricas de um porto centro-africano: Ambriz e o Baixo Congo nos finais do tráfico atlântico de escravos (1840 a 1870). Revista de História, São Paulo, n. 172, p. 163–195, 2015. DOI: 10.11606/issn.2316-9141.rh.2015.89698. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/89698.. Acesso em: 14 abr. 2024.