Notas Sobre a História dos Trabalhos das Mulheres na Sociedade Ocidental: das diferenças as desigualdades laborais de gênero.

Autores

  • Carla Cristina Garcia Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP)

DOI:

https://doi.org/10.11606/rgpp.v9i1.175097

Palavras-chave:

Mulheres, Relações de gênero, Trabalho, Desigualdade laboral, Capitalismo

Resumo

Este artigo tem como objetivo refletir a luz da historiografia feminista o lugar que os trabalhos das mulheres ocuparam no desenvolvimento da cultura ocidental que ultrapassam em muito o papel que o modo de produção capitalista lhe outorgou. Especificamente, o que se pretende demonstrar por meio da revisão bibliográfica é que as relações de produção capitalistas que favorecem o patriarcado, além de imporem o modelo nuclear de família, também propiciam narrativas próprias da história e, neste modelo, não há espaço para a explicação da contribuição das mulheres na formação material e simbólica da cultura. Apagado da memória, o trabalho feminino é tratado como exceção à regra e nunca como uma constante. Não à toa, invariavelmente nos deparamos com textos indicando a entrada da mulher no mundo do trabalho como algo recente, quando, na verdade, desde que se tem notícia o trabalho feminino era determinante para a manutenção e desenvolvimento dos núcleos familiares e de suas respectivas comunidades. Neste sentido, para que se possa compreender a especificidade do trabalho das mulheres na sociedade capitalista é preciso fazer uma análise da totalidade dessa dupla estrutura que se utiliza de explicações ditas naturais para relegar as mulheres a condições precárias de existência e trabalho no processo de constituição do modo de produção capitalista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Cristina Garcia, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP)

Possui graduação em Ciências Sociais e mestrado e doutorado pelo Programa de Pós Graduação em Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo SP, Brasil. Atualmente élider do Núcleo Inanna de Pesquisa e Investigação de Teorias de Gênero, Sexualidades e Diferenças e docente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo SP, Brasil, e professor titular da Universidade Municipal de São Caetano do Sul, São Caetano do Sul, SP, Brasil.

Downloads

Publicado

2019-08-16

Como Citar

Garcia, C. C. (2019). Notas Sobre a História dos Trabalhos das Mulheres na Sociedade Ocidental: das diferenças as desigualdades laborais de gênero. Revista Gestão & Políticas Públicas, 9(1), 123-140. https://doi.org/10.11606/rgpp.v9i1.175097

Edição

Seção

Artigos