A educação de jovens e adultos na indústria: formando a mão-de-obra brasileira para o século XXI

Autores

  • Leonardo Spicacci Campos Universidade de São Paulo
  • Marta Maria Assumpção Rodrigues Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH-USP)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2237-1095.v1p50-69

Resumo

O presente artigo procura caracterizar a educação de jovens e adultos (EJA) oferecida pelo Serviço Social da Indústria (SESI), analisando-a enquanto parte de uma estratégia da classe industrial brasileira para o país no âmbito do Programa Educação para a Nova Indústria, lançado em 2007. Objetiva-se compreender de que formas a Indústria pretende alcançar o duplo objetivo de suprir as deficiências educacionais da mão-de-obra brasileira e formar o trabalhador para lidar com as demandas do modelo de produção flexível. Conclui-se que a educação de jovens e adultos, modalidade educacional historicamente negligenciada pelo Estado, possui um papel central na estratégia de desenvolvimento da Indústria para o país, não apenas como meio de elevação da escolaridade da mão-de-obra nacional, como também por representar um meio de difusão de uma visão de mundo e do trabalho associada aos valores de um novo modelo produtivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marta Maria Assumpção Rodrigues, Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH-USP)

Docente do Bacharelado em Gestão de Políticas Públicas da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

2011-12-31

Como Citar

Campos, L. S., & Rodrigues, M. M. A. (2011). A educação de jovens e adultos na indústria: formando a mão-de-obra brasileira para o século XXI. Revista Gestão & Políticas Públicas, 1(2), 50-69. https://doi.org/10.11606/issn.2237-1095.v1p50-69

Edição

Seção

Artigos