O cotidiano fantástico na propaganda de havaianas: O comercial televisivo como tecnologia do imaginário

Autores

  • Juliana Tonin Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Larissa Azubel Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Gabriela Kurtz Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Karina Pereira Weber Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1984-5057.v7i1p4-21

Palavras-chave:

tecnologias do imaginário, cotidiano, contemporaneidade, Havaianas

Resumo

A partir desse estudo buscamos pensar o papel do comercial televisivo como uma tecnologia do imaginário contemporâneo, em sua estimulação para o conhecimento de novas referências, potencializando novas representações. Assim, selecionamos para análise duas propagandas de uma marca reconhecida por sua brasilidade, as sandálias Havaianas. A perspectiva adotada é a da sociologia compreensiva e autores como Durand, Maffesoli, Lipovetsky e Silva constituem o referencial dessa pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Tonin, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Professora Adjunta do Programa de pós-graduação em Comunicação Social da PUCRS.

Larissa Azubel, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da PUCRS – Brasil. Bolsista CNPq.

Gabriela Kurtz, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da PUCRS.

Karina Pereira Weber, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da PUCRS.

Downloads

Publicado

2015-07-15

Como Citar

TONIN, J.; AZUBEL, L.; KURTZ, G.; WEBER, K. P. O cotidiano fantástico na propaganda de havaianas: O comercial televisivo como tecnologia do imaginário. Signos do Consumo, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 4-21, 2015. DOI: 10.11606/issn.1984-5057.v7i1p4-21. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/signosdoconsumo/article/view/111264. Acesso em: 5 fev. 2023.