A BÍBLIA GREGA TRADUZIDA POR FREDERICO LOURENÇO: TRADUÇÃO E PARATEXTOS

Autores

  • Anderson de Oliveira Lima Pontifícia Universidade Católica de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.i38.159849

Palavras-chave:

Bíblia, crítica literária, tradução, Novo Testamento, Frederico Lourenço

Resumo

Neste artigo trataremos da Bíblia que está sendo traduzida para a língua portuguesa por Frederico Lourenço a partir dos textos gregos, estudando especialmente os volumes que já foram publicados no Brasil pela Companhia das Letras. A análise lida com a materialidade do livro, com peculiaridades dessa tradução e com suas questões paratextuais, oferecendo uma discussão atual sobre temas que podem ser interessantes para as pesquisas bíblicas, para os críticos literários em geral e para aqueles que querem estudar o cenário editorial brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anderson de Oliveira Lima, Pontifícia Universidade Católica de Campinas

Doutor em Letras, doutor em Ciências da Religião, especialista (Lato Sensu) em Bíblia. Possui ainda graduação em Letras e em Música. Realiza atualmente pesquisa de pós-doutorado na PUC-Campinas.

Referências

AUERBACH, Erich. Mimesis: A representação da realidade na literatura ocidental. São Paulo: Perspectiva, 2011.

BÍBLIA, volume I: Novo Testamento: os quatro Evangelhos. Tradução do grego, apresentação e notas por Frederico Lourenço. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

BÍBLIA, volume I: Novo Testamento: os quatro Evangelhos. Tradução do grego, apresentação e notas por Frederico Lourenço – 2 ª edição revista e aumentada. Lisboa: Quetzal, 2018.

BÍBLIA, volume II: Novo Testamento: apóstolos, epístolas, Apocalipse. Tradução do grego, apresentação e notas por Frederico Lourenço. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

BÍBLIA, volume III: Antigo Testamento: os livros proféticos. Tradução do grego, apresentação e notas por Frederico Lourenço. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

BRANCO, Sinara de Oliveira; MAIA, Iá Niani Belo. O entrelugar da tradução literária: as exigências do mercado editorial e suas implicações na formação de identidades culturais. Ilha do Desterro, v. 69, n. 1, p. 213-221, Florianópolis, 2016.

CHARTIER, Roger. A história ou a leitura do tempo. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010.

CHARTIER, Roger (org.). Práticas de leitura. São Paulo: Estação Liberdade, 2011.

FUNARI, Pedro Paulo A. Bíblia. Novo Testamento, Os Quatro Evangelhos. Traduzido do grego por Frederico Lourenço. São Paulo: Companhia das Letras, 2017, 424 pp. ISBN9788535928815. Phaos – Revista de Estudos Clássicos, v. 18, n. 1, p. 119-122, 2018.

GENETTE, Gérard. Paratextos editoriais. Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2009.

GUEDES, Larissa Andrioli. Biblio&Gráficos: o livro do artista de larga escala no contexto editorial brasileiro. Juiz de Fora: Universidade Federal de Juiz de Fora (Dissertação de mestrado em Artes, Cultura e Linguagens), 2018.

HOMERO. Odisseia. Tradução e prefácio de Frederico Lourenço. São Paulo: Penguin Classics Companhia das Letras, 2011.

KORACAKIS, Teodoro. A companhia e as letras: um estudo sobre o papel do editor na literatura. Rio de Janeiro: Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Tese de doutorado em Letras), 2006.

LIMA, Anderson de Oliveira. A Bíblia de Lourenço: uma Bíblia laica. Campinas: Reflexão, v. 43, n. 2, p. 311-327, 2018.

LIMA, Anderson de Oliveira. Reações literárias à cultura de reciprocidade do antigo Mundo Mediterrâneo: uma leitura da linguagem econômica do Evangelho de Mateus. São Bernardo do Campo: Universidade Metodista de São Paulo (Tese de doutorado em Ciências da Religião), 2014.

LIMA, Anderson de Oliveira Lima. Resenha de “O livro aberto: leituras da Bíblia”. São Bernardo do Campo: Caminhando, v. 23, p. 193-196, 2018b.

LOURENÇO, Frederico. Nova gramática do latim. Lisboa: Quetzal, 2019.

LOURENÇO, Frederico. O livro aberto: leituras da Bíblia. Rio de Janeiro: Oficina Raquel, 2017.

MCKENZIE, Donald Francis. Bibliografia e sociologia dos textos. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2018.

MILHAZES, Ana Catarina. Bíblia – vol. I, Novo Testamento, os quatro evangelhos. Revista Pontes de Vista, nº 2; Cultureprint, 2017. Disponível em: <https://pontesdevista.wordpress.com/2017/01/18/recensao-a-frederico-lourenco-2016-biblia-vol-i-novo-testamento-os-quatro-evangelhos-lisboa-quetzal/#more-936>. Acesso em: 10/06/2019.

PAROSCHI, Wilson. Crítica textual do Novo Testamento. São Paulo: Vida Nova, 1993.

SCHIAVO, Luigi. A batalha escatológica na Fonte dos Ditos de Jesus: a derrota de Satanás na narrativa da tentação (Q 4,1-13). São Bernardo do Campo: Universidade Metodista de São Paulo (tese de doutorado em Ciências da Religião), 2003.

VENUTI, Lawrence. The translator’s invisibility: a history of translation. London and New York: Routledge, 1995.

Downloads

Publicado

2020-12-23

Como Citar

Lima, A. de O. (2020). A BÍBLIA GREGA TRADUZIDA POR FREDERICO LOURENÇO: TRADUÇÃO E PARATEXTOS. Via Atlântica, (38), 11-39. https://doi.org/10.11606/va.i38.159849