Estratégias de ressignificação no cinema de found footage feito por mulheres

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2022.190499

Palavras-chave:

Found footage, Mulheres, Ressignificação, Identidade de gênero

Resumo

Neste artigo, propomos o levantamento e análise da prática do found footage na obra de cineastas e artistas mulheres. Aproximamos os estudos de found footage aos estudos de gênero através da ideia de ressignificação presente na obra de Judith Butler, para quem as identidades de gênero são construídas socialmente por meio da repetição de identidades coletivas dominantes e podem ser ressignificadas também na sua repetição. Ao transpormos a ideia de ressignificação para o audiovisual, nossa intenção será pensar como a repetição de imagens em novos contextos pode desafiar seu significado original. A partir desta hipótese, proporemos um conjunto de estratégias de ressignificação empregadas com relevância nessa produção: a repetição, a compilação, o conflito, a continuidade e a materialidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clara Bastos Marcondes Machado, Universidade de São Paulo (USP), Brasil

Clara Bastos Marcondes Machado é doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Meios e Processos Audiovisuais, na Universidade de São Paulo (PPGMPA-USP). Atualmente, pesquisa mobilizações feministas do arquivo cinematográfico em filmes de found footage feitos por mulheres. Formou-se em Audiovisual pela USP em 2016 e concluiu mestrado no PPGMPA-USP, em 2020, com a dissertação "A ressignificação no cinema de found footage feito por mulheres”. Diretora, roteirista e montadora, escreveu e dirigiu os curtas-metragens Tempo (2014) e Diva (2016).

Referências

ARTHUR, Paul. On the Virtues and Limitations of Collage, Documentary Box, [S. l.], v. 11, 1998, n.p.

BARON, Jamie. The Archive Effect: Found Footage and the Audiovisual Experience of History. 1ª ed. Nova York: Routledge, 2014.

BRENEZ, Nicole; CHODOROV, Pip. Cartografia do Found Footage, Revista Laika, [S. l.], v. 3, n. 5, 2014, pp. 1-11.

BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. 6a ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013.

DALL’ASTA, Monica; CHIARINI, Alessandra. Editors’ Introduction, Feminist Media Histories, [S. l.], v. 2, n. 3, 2016, pp. 1-10.

DE LAURETIS, Teresa. A Tecnologia do Gênero. In HOLLANDA, Heloísa Buarque de. Tendências e impasses - O feminismo como crítica da cultura. Rio de Janeiro: Rocco, 1994, pp. 206-242.

DYER, Richard. Gays and Film. Londres: British Film Institute, 1977.

EISENSTEIN, Sergei. A forma do filme. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1990.

ELSAESSER, Thomas. The Ethics of Appropriation: Found Footage between Archive and Internet, Found Footage Magazine, [S. l.], n. 1, out. 2015, pp. 30-37.

GUNNING, Tom. Poetry in Motion. In CHILD, Abigail. This is Called Moving: A Critical Poetics of Film. Tuscaloosa: The University of Alabama Press, 2005, pp. xi-xx.

HORAK, Laura. Queer Crossings: Greta Garbo, National Identity, and Gender Deviance. In BEAN, Jennifer; KAPSE, Anupama; HORAK, Laura. Silent Cinema and the Politics of Space. Bloomington / Indianapolis: Indiana University Press, 2014, pp. 270-294.

KOTZ, Liz. Complicity: Women Artists Investigating Masculinity. In GIBSON, Pamela Church; GIBSON, Roma. Dirty Looks: Women, Pornography, Power. Londres: British Film Institute, 1993, pp. 101-123.

LEYDA, Jay. Films Beget Films: A Study of the Compilation Film. Nova York: Hill and Wang, 1964.

LLOYD, Justine. Domestic Destinies: Colonial Spatialities, Australian Film and Feminist Cultural Memory Work, Gender, Place & Culture, [S. l.], v. 21, n. 8, 2014, pp. 1045-1061.

RUSSELL, Catherine. Archiveology: Walter Benjamin and Archival Film Practices. Durham e Londres: Duke University Press, 2018.

RUSSO, Vito. The Celluloid Closet: Homosexuality in the Movies. Nova York: Harper&Row, 1987.

SJÖBERG, Patrik. The World in Pieces: A Study of Compilation Film. Estocolmo: Aura förlag, 2001.

TRALLI, Lucia. Layers of Film, Encrusted Images, Feminist Media Histories, [S. l.], v. 2, n. 3, 2016, pp. 73-89.

WEES, William C. Recycled Images: The Art and Politics of Found Footage Films. Nova York: Anthology Film Archives, 1993.

Downloads

Publicado

2022-04-30

Como Citar

Machado, C. B. M. (2022). Estratégias de ressignificação no cinema de found footage feito por mulheres. ARS (São Paulo), 20(44), 275-320. https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2022.190499

Edição

Seção

Artigos