Cildo Meireles e a reforma do zero da economia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2023.203452

Palavras-chave:

Dinheiro, Sistema monetário, Cildo Meireles, Arte contemporânea

Resumo

O sistema monetário internacional deve passar por transformações radicais em virtude da concorrência de moedas digitais e da emergência de uma nova ordem multipolar. Em busca de propor um conceito alternativo de dinheiro, neste artigo revisitaremos as obras de Cildo Meireles que versam sobre o dinheiro, especialmente Zero Dólar (1978-1984), Zero Cruzeiro (1974) e Zero Real (2013), todas pertencentes ao projeto Inserções em circuitos  antropológicos. O artista propõe uma reforma “do zero” da economia, em que são questionadas as relações entre moeda e matéria, entre confiança e reputação, entre criação e circulação de valor. Trata-se de uma utopia das trocas monetárias, irredutível à tirania financeira da especulação e do endividamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Victor Hermann, Universidade Federal de Minas Gerais

Victor Hermann possui Doutorado em Literatura, Outras Artes e Mídias pela Universidade Federal de Minas Gerais (2020), graduação em Artes Visuais (2010) e Mestrado em Artes (2014) pela mesma instituição. Atua como pesquisador independente nas áreas de Teoria da Arte, Teoria da Literatura, Estudos do Antropoceno e Catástrofe.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Benjamin e o capitalismo. Trad. Selvino Assmann. Revista Instituto Humanitas Unisinos-Online. 13 mai. 2013. Disponível em: <https://www.ihu.unisinos.br/noticias/520057-benjamin-e-o-capitalismo-artigo-de-giorgio-agamben > Acesso em: 6 jul. 2023.

ANJOS, Moacir. Cildo Meireles: A indústria e a poesia. In: ANJOS, Moacir. Crítica, Moacir dos Anjos. Rio de Janeiro: Automatica, 2010, p. 63-75

BARTHES, Roland. A morte do autor. In: O rumor da língua. São Paulo: Brasiliense, 1988.

BARTHES, Roland. A câmara clara: nota sobre a fotografia. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

BERARDI, Franco. Asfixia – capitalismo financeiro e a insurreição da linguagem. São Paulo: Ubu Editora, 2020.

BENJAMIN, Walter, Obras escolhidas III. Charles Baudelaire. Um lírico no auge do capitalismo. São Paulo: Brasiliense, 1991.

BRITO, Ronaldo. Frequência imodulada. In Cildo Meireles. Rio de Janeiro: Funarte, 1981, p. 7-12.

DARDOT, Pierre; LAVAL, Christian. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. São Paulo: Boitempo, 2017.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. O anti-Édipo: capitalismo e esquizofrenia. São Paulo: Editora 34, 2010.

DIENST, Richard. The Bonds of Debt. Londres: Verso Books, 2011.

DORLIN, Elsa. Autodefesa – uma filosofia da violência, São Paulo: Ubu Editora, 2020.

DUCHAMP, Marcel. What Happened to Art? An interview with Marcel Duchamp on present consequences of New York’s 1913 Armory Show. Entrevista conceida a William Seitz. Vogue Magazine, vol 141, 15 fev. 1963, p.110-131. Disponível em: <https://www.duchamparchives.org/pma/archive/component/MDP_B019_F006_001/> Acesso em 10 jul. 2023.

EICHENGREEN, Barry. Exorbitant Privilege: The Rise and Fall of the Dollar and the Future of the International monetary system. Londres: Oxford Press, 2011.

ESCOBAR, Pepe. Say Hello to Russian Gold and Chinese Petroyuan. The Cradle, 15 mar. 2022. Disponível em:< https://new.thecradle.co/articles/sayhello-to-russian-gold-and-chinese-petroyuan.> Acesso em: 10 jul. 2023

FOUCAULT, Michel. Outros espaços. In Ditos e escritos. Estética: literatura e pintura, música e cinema. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003, p. 411-422

FUNNEL, Ben. Debt is Capitalism’s Dirty Little Secret. Financial Times. 1 jul 2009. < Disponível em: https://www.ft.com/content/e23c6d04-659d-11de-8e34-00144feabdc0 > Acesso em: 6 jul. 2023.

HARVEY, David. O novo imperialismo. São Paulo: Edições Loyola, 2005.

HARVEY, David. The Urbanization of Capital. Oxford: Johns Hopkins University, 1985.

HERMANN, Victor. Zona Cinza: como perceber a catástrofe? Tese (Doutorado em Programa de Pós-Gradução em Letras: Estudos Literários) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2020.

HERMANN, Victor. Livro do observador: armações sobre a superfície do sol. Dissertação (Mestrado em Artes Visuais) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2014.

HUDSON, Michael. Sanções à Rússia, a brincadeira com fogo dos EUA. Outras Mídias, março, 2022a. Disponível em: < https://outraspalavras.net/outrasmidias/sancoes-a-russia-a-brincadeira-com-fogo-dos-eua/ >. Acesso em: 7 jul. 2023.

HUDSON, Michael. The Dollar Devours the Euro. Counterpunch, abril, 2022b. Disponível em: <https://www.counterpunch.org/2022/04/08/the-dollar-devours-the-euro/> Acesso em: 7 jul. 2023.

KLEIN, Naomi. A doutrina do choque. A ascensão do capitalismo do desastre. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2007.

LAZZARATO, Maurizio. Marcel Duchamp and the Refusal of Work. Los Angeles: Semiotext(e), 2014.

MARTINS, Sérgio B. Ocasião. In FERNANDES, João (org.). Cildo Meireles. São Paulo: Cosac Naify, 2013, p.31-45

MELO, Liana. Muito além do Real. Projeto Colabora. Publicado em 7 out. 2021. Disponível em: < ttps://projetocolabora.com.br/inclusao-social/muito-alem-do-real/ > Acesso em: 7 jul. 2023.

MEIRELES, Cildo. Revista Carbono entrevista CILDO MEIRELES. Entrevista a Marina Fraga e Pedro Urano. Revista Carbono. Rio de Janeiro, n. 4, primavera 2013. Disponível em: http://revistacarbono.com/artigos/04carbono-entrevista-cildo-meireles/Acesso em: 6 jul. 2023.

MEIRELES, Cildo, O Sermão da Montanha de Cildo Meireles. Entrevista a Elias Fajardo da Fonseca. In SCOVINO, Felipe (org.). Encontros: Cildo Meireles. Rio de Janeiro: Azougue, 2009, p.72-77

MORAIS, Frederico. A arte como trabalho sedutor de contrainformação industrial, cultural e ideológica. In WISNIK, Guilherme; MATOS, Diego (orgs.). Cildo: estudos, espaços, tempo. São Paulo: Editora Ubu, 2017, p. 168-175

OLIVEIRA, Eziel Gualberto de; et al. Moedas sociais e suas contribuições em comunidades economicamente precarizadas: um estudo exploratório da experiência do Projeto Pet Mania em Campo Grande - MS. Desenvolvimento em Questão, [S. l.], v. 16, n. 43, p. 453-486, 2018. Disponível em: https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/desenvolvimentoemquestao/article/view/6147. Acesso em: 7 jul. 2023.

SARTRE, Jean-Paul. A expansão do campo do possível. Entrevista a Daniel Cohn-Bendit. In COHN, Sérgio (org.) Encontros: Maio de 68, Rio de Janeiro: Azougue, 2018, p. 21-23

SHELL, Marc. Money, Language, and Thought: Literary and Philosophical Economies from the Medieval to the Modern Era. Berkeley: University of California Press, 1982.

SINGER, Paul. Finanças solidárias e moeda social. In FELTRIM, Luiz; VENTURA, Elvira; DODL, Alessandra. Perspectivas para a inclusão financeira no Brasil. Brasília: Banco Central do Brasil, 2009, p. 69-78.

SINGER, Paul. Aprender economia, São Paulo: Editora Brasiliense, 1988.

VERSIGNASSI, Alexandre. Crash: uma breve história da economia. São Paulo:Harper Collins, 2019.

WARHOL, Andy. A filosofia de Andy Warhol: de A a B e de volta a A. Rio de Janeiro: Cobogó, 2008.

WISNIK, Guilherme. Menos Valia como Lucro. In FERNANDES, João (org.). Cildo Meireles. São Paulo: Cosac Naify, 2013, p. 45-59.

Downloads

Publicado

2023-08-31

Como Citar

Hermann, V. (2023). Cildo Meireles e a reforma do zero da economia. ARS (São Paulo), 21(48), 72-123. https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2023.203452

Edição

Seção

Artigos