Dialética perspectivista anarcoindígena

Autores

  • Guilherme Lavinas Jardim Falleiros Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9133.v25i25p107-130

Palavras-chave:

anarquismo, indígena, perspectivismo, dialética, dualismo

Resumo

Apresentarei hipótese teórica para o diálogo entre formas políticas ameríndias e anarquistas através da antropologia, destacando uma influência anarquista sobre a disciplina e contribuições que o diálogo pode oferecer tanto ao anarquismo quanto à antropologia. Apontarei semelhanças entre reflexões de Pierre-Joseph Proudhon e Claude Lévi-Strauss a partir da perspectiva do anarquista que pode ter influenciado o antropólogo americanista. Tais ressonâncias se desdobram no estudo do “princípio federativo” através do “dualismo político” proudhoniano e no “dualismo em perpétuo desequilíbrio feito política” investigado por Beatriz Perrone-Moisés e Renato Sztutman nas “formas políticas” ameríndias. Daí surgem desvios da política que apontam para contribuições teóricas e organizacionais dos indígenas para o anarquismo, com especial atenção para as alternativas dos A’uwe-Xavante, com quem tenho feito pesquisa etnográfica. Tais contribuições também afetam certa antropologia conectada ao anarquismo, ambos transformados pela “indianidade”. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guilherme Lavinas Jardim Falleiros, Universidade de São Paulo

Universidade de São Paulo. Doutor em Antropologia Social, Etnologia Ameríndia, Antropologia Política.

Downloads

Publicado

2017-10-02

Como Citar

Falleiros, G. L. J. (2017). Dialética perspectivista anarcoindígena. Cadernos De Campo (São Paulo - 1991), 25(25), 107-130. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9133.v25i25p107-130

Edição

Seção

Artigos e Ensaios