As Tatuagens e a Criminalidade Feminina

  • Marina Albuquerque Mendes da Silva
Palavras-chave: Tatuagens e representações, Tatuagens e Criminalidade Feminina, Sistema Penitênciário, Institucionalização da Criminalidade

Resumo

Este artigo analisa a tatuagem, tal como é praticada pela população da Penienciária Feminina da Capital (São Paulo), enquanto um sistema de comunicação especificamente articulado ao universo da criminalidade e da delinquencia.

Nesse sentido, procura levantar as determinações e relações que se estabelecem entre o corpo enquanto suporte para a construção de sistemas de significação ligados à representação da realidade, e à criminalidade e a delinquência como fenômenos quie só se realizam efetivamente a partir da intervenção e atuação do sistema institucional.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-04-25
Como Citar
Silva, M. (2014). As Tatuagens e a Criminalidade Feminina. Cadernos De Campo (São Paulo 1991), 1(1), 5-16. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9133.v1i1p5-16
Seção
Artigos e Ensaios