Aspectos comparativos em contextos de telecolaboração: teletandem português e espanhol

Autores

  • Kelly Cristiane Henschel Pobbe de Carvalho Universidade Estadual Paulista
  • Karin Adriane Henschel Pobbe Ramos Universidade Estadual Paulista

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9651.v0i19p536-563

Palavras-chave:

Teletandem, Português e espanhol, Aspectos comparativos

Resumo

O propósito deste artigo é discutir os aspectos comparativos que emergem durante as interações em teletandem português e espanhol e suas relações com o ensino e aprendizagem dessas línguas como LE nesse contexto. Para tanto, apoiamos nossa discussão nos estudos comparados entre o espanhol e o português brasileiro (Fanjul; González, 2014), que discutem a proximidade e a distância entre as duas línguas, bem como os desdobramentos teórico-metodológicos de tais reflexões. Os dados analisados provêm de questionários aplicados a interagentes de teletandem. A perspectiva metodológica do trabalho está ancorada na teoria fundamentada (Charmaz, 2009), baseada na coleta sistemática de dados que, após análise, possibilitam construir uma representação interpretativa dos fenômenos estudados. As discussões aqui empreendidas poderão subsidiar mediadores e interagentes que atuam nesse ambiente de ensino e aprendizagem de línguas, no sentido de que possam direcionar e potencializar o processo a partir das análises comparativas entre essas duas línguas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kelly Cristiane Henschel Pobbe de Carvalho, Universidade Estadual Paulista

Mestre e doutora em Letras pela Faculdade de Ciências e Letras de Assis /UNESP, onde é docente da área de Língua Espanhola, junto ao Departamento de Letras Modernas. Na mesma instituição, atua no programa de pós-graduação em Letras e no PROFLETRAS. Coordenadora do Centro de Línguas e Desenvolvimento de Professores e do Subprojeto PIBID Letras-Espanhol. Desenvolve pesquisas relacionadas ao ensino e aprendizagem de espanhol/LE, formação docente, letramento, multiletramentos e teletandem.

Karin Adriane Henschel Pobbe Ramos, Universidade Estadual Paulista

Professora Assistente Doutora do Departamento de Estudos Linguísticos, Literários e da Educação (DELLE) da UNESP de Assis. Atua no Programa de Pós-Graduação em Letras e no Mestrado Profissional em Letras (PROFLETRAS/CAPES) da mesma instituição. Desenvolve pesquisa nas áreas de Educação, Letras e Linguística Aplicada.

Referências

Aranha, Solange; Cavalari, Suzy Marques. “A trajetória do projeto Teletandem Brasil: Da modalidade institucional não-integrada à institucional integrada”. In: The ESPecialist, 35(2), 183-201, 2014.

Carvalho, Kelly Cristiane Henschel Pobbe; Ramos, Karin Adriane Henschel Pobbe. “Interfaces no processo de mediação em teletandem português e espanhol: o papel dos mediadores”. In: Revista Estudos Linguísticos, v. 48, n. 2, p. 747-765, jul. 2019.

Carvalho, Kelly Cristiane Henschel Pobbe; Messias, Rozana Aparecida Lopes. “O teletandem no ensino e aprendizagem de espanhol/LE em contexto de formação inicial”. In: Veredas, 21 (1), 60-74, 2017.

Carvalho, Kelly Cristiane Henschel Pobbe; Ramos, Karin Adriane Henschel Pobbe; Messias, Rozana Aparecida Lopes. “Haciendo caminos: histórias de Teletandem na formação de professores de espanhol”. In: Caracol, n. 13, 78-101, jan./jun. 2017.

Carvalho, Kelly Cristiane Henschel Pobbe; Messias, Rozana Aparecida Lopes; Días, Anelly Mendoza.. “Teletandem within the context of closely-related languages: a Portuguese-Spanish interinstitutional experience”. In: Delta, n. 31(3), 711-728, 2015.

Cavalari, Suzy Marques Spatti. “Intitutional Integrated Teletandem: students’ perceptions about collaborative writing”. In: EntreLínguas, v.2, n.2, 249-260, jul./dez. 2016.

Celada, Maria Teresa; Rodrigues, Fernanda Santos Castelano. “El español en Brasil: actualidad y memoria”. In: Real Instituto Elcano, España, v. 01, ARI nº 31, 2005.

Celani, Maria Antonieta Alba; Freire, Maximina M.; Ramos, Rosinda de Castro Guerra. (org.). Abordagem Instrumental no Brasil: um projeto, seus percursos e seus desdobramentos. Campinas: Mercado de Letras; São Paulo: EDUC, 2009.

Charmaz, Kathy. A construção da teoria fundamentada: guia prático para análise qualitativa. Tradução de Joice Elias Costa. Porto Alegre: Artmed, 2009.

Cruz, Maria de Lourdes Otero Brabo. Etapas de interlengua oral en Estudiantes brasileños de español. Málaga: ASELE, 2004. (Colección Monografías no. 6)

Fanjul, Adrián Pablo; González, Neide Maia. (orgs.). Espanhol e portugués brasileiro: estudos comparados. São Paulo: Parábola, 2014.

Ramos, Karin Adriane Henschel Pobbe; Carvalho, Kelly Cristiane Henschel Pobbe. “Portuguese and Spanish Teletandem: the role of mediators”. In: Colombian Applied Linguistic Journal, 20(1), 35-48, jan./jun. 2018.

Ramos, Karin Adriane Henschel Pobbe. “Interactant’s beliefs in Teletandem: implications for the teaching of Portuguese as a foreign language”. In: Delta, n. 31(3), 691-709, 2015.

Ramos, Karin Adriane Henschel Pobbe; Carvalho, Kelly Cristiane Henschel Pobbe; Messias, Rozana Aparecida Lopes. “O ensino de português para hispanofalantes no contexto virtual do Teletandem”. In: Portuguese Language Journal, n. 7, 1-23, fall 2013.

Telles, J. A. “Learning foreign languages in teletandem: Resources and strategies”. In: DELTA – Revista de Estudos em Linguística Teórica e Aplicada, v. 31, n. 3, 651-680, 2015.

Telles, João A. (org.). Teletandem: um contexto virtual, autônomo e colaborativo para aprendizagem de línguas estrangeiras no século XXI. Campinas: Pontes, 2009.

Telles, João A.; Vassalo, Maria Luisa. “Foreign language learning in-tandem: Teletandem as an alternative proposal in CALLT”. In: The ESPecialist, São Paulo (PUC), v. 27, n. 2, 189-212, 2006.

Downloads

Publicado

2020-06-24

Como Citar

Carvalho, K. C. H. P. de, & Ramos, K. A. H. P. (2020). Aspectos comparativos em contextos de telecolaboração: teletandem português e espanhol. Caracol, (19), 536-563. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9651.v0i19p536-563