Entre o Sacro e o Profano, entre o Gozo e o Interdito: a polêmica, prolífica e profícua Santa Teresa de Ávila

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9651.i21p1120-1147

Palavras-chave:

Santa Teresa de Ávila, Erotismo, Literatura, Idade Média

Resumo

Teresa de Ávila foi uma escritora, freira e santa católica muito diferente de outras congêneres suas. A Arte, em todas as suas formas de expressão, tem explorado à exaustão tanto sua figura quebradora de paradigmas como seu legado literário ímpar e o erotismo que dela emana natural ou forçosamente – a depender do contexto. No intuito de discorrer sobre ela, fazendo jus à sua importância e carisma, analisamos brevemente sua vida e sua obra nesse artigo. Notadamente à frente de seu tempo, essa mulher empoderada desafiou a Igreja com sua poesia sacra erotizada, a partir de seus próprios elãs quanto a Jesus Cristo. Acreditamos na relevância desse trabalho devido à sua abordagem destituída de preconceitos, cujo tratamento acadêmico volta-se para um tema bastante estudado, mas não o suficiente, ao nosso ver. Por essa razão, analisamos brevemente, nesse levantamento bibliográfico, o discurso poético sexualizado de Teresa de Ávila à luz de Bataille (1957), Mesonero (2013) e Pedrosa-Pádua (2011) - apenas para citar alguns. Concluímos que a poesia impregnada de erotismo desta autora merece estudos mais aprofundados para que se lhe dê o devido reconhecimento, uma vez que ela ousou desafiar o discurso falocêntrico e judaico-cristão de uma Espanha fatiada entre as conquistas ultramarinas no Novo Continente, as batalhas da Contrarreforma pela erradicação dos hereges em território espanhol e a disseminação dos desmandos da Santa Inquisição – que a tinha sob mira e que contra ela impôs-se.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yls Rabelo Câmara, Universidade Estadual do Ceará, FECLESC

Hispano-brasileira, é Licenciada em Letras Português-Inglês e suas respectivas literaturas pela Universidade Estadual do Ceará (1997); tem Especialização em Ensino de Línguas Estrangeiras - Inglês (2003) pela mesma universidade; é Mestra com nota máxima na dissertação, no curso entitulado Tendencias Actuales en los Estudios Ingleses y sus Aplicaciones (2009), pela Universidad de Santiago de Compostela, que tem Menção de Qualidade Internacional; Doutora Cum Laude em Tendencias Actuales en los Estudios Ingleses y sus Aplicaciones (2016), também pela Universidad de Santiago de Compostela; Especialista em Ensino de Língua Espanhola E/LE pela Faculdade Ateneu (2017), Graduanda em Letras Espanhol, Pedagogia e História pelo Centro Universitário Estácio do Ceará e Pós-Doutora em Educação pela Universidade Estadual do Ceará (2019).Tem proficiência nativa na língua espanhola, atestada pelo DELE (C2) e é preparadora de professores de espanhol para o referido exame de proficiência e para o referido nível para usuários proficientes (C2). Para além disso, é docente de língua inglesa e suas literaturas na faculdade de Letras Inglês da FECLESC/UECE e presta assessoria pedagógica ao Centro de Línguas de Maracanaú (CLM) desde 2017. Seus objetos de estudo tanto no mestrado quanto no doutorado foram a Literatura Celta, o Feminismo, a figura da bruxa e a Lenda Arturiana. No pós-doutorado, com foco na História Oral, investigou sobre as rezadeiras da periferia de Fortaleza, nossas bruxas atuais.Tem experiência de trinta e um anos no ensino das línguas portuguesa, inglesa e espanhola e suas correspondentes literaturas, atuando tanto em um curso livre de idiomas de sua propriedade como em cursos livres de idiomas no Brasil e na Espanha, assim como em faculdades cearenses (graduação e pós-graduação) e piauiense (pós-graduação), nas modalidades presencial e semi presencial. Tem experiência na editoração de revistas científicas, tendo sido secretária executiva da Revista Educação & Formação (B1 em Educação - Qualis Capes 2016-2019), do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará, como uma das atribuições de sua bolsa PNPD. Atualmente vem desenvolvendo pesquisas diversas com ênfase no empoderamento feminino, na arte da cura através do elemento feminino (rezadeiras), na sabedoria popular sertaneja dos Profetas da Chuva quixadaenses, além de dedicar-se ao estudo dos costumes, literaturas, mitologias e folclores dos povos de fala portuguesa, inglesa e espanhola. Para além disso, é a líder do Grupo de Estudos e do Programa de Extensão Universitária Filhas de Avalon, que acolhem alunos da comunidade ueceana (o primeiro) e da comunidade em geral (o segundo) e que tratam especificamente do estudo da Literatura Produzida por Mulheres - tanto brasileiras como estrangeiras - e centralizam seu diferencial na produção acadêmica dos participantes a partir de ambas as iniciativas.ela.

Referências

Barbosa, Luciana Ignachiti. De Amor e de Dor: a experiência mística de Santa Teresa D’Ávila. Dissertação. Universidade Federal de Juiz de Fora, Pós-Graduação em Ciência da Religião, Mestrado em Ciência da Religião, Juiz de Fora: 2006.

Bataille, Georges. El erotismo. Barcelona: Tusquets, 1957.

Butler, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. 10 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1997.

Campos, Adalgisa Arantes. “A ordem Carmelita”. In: Per Musi, Belo Horizonte, 24, 2011, 54-61.

Cardaillac, Louis. “Erotismo y santidade”. In: Intersticios Sociales, 3, mar./ago., 2012, 1-31.

Ferreira, Rui Jorge Santos Vieira. Com Teresa de Jesús no Caminho da Oração: da mística à missão. Tese. Universidade Católica Portuguesa. Faculdade de Teologia, Mestrado Integrado em Teologia, Porto, 2017.

Gama, Renato C. “Principais Conceitos e Discussões Espirituais em Santa Teresa de Jesus”. In: Agnes, 4, São Paulo, 2006, 127-172.

Gomes, Lílian Cristina Bernardo; Oliveira, Warley Alves de. “Claustros Castrados: a ocultação do sujeito sexual no interior dos conventos”. In: Contextura, 11, Belo Horizonte, dez., 2017, 39-53.

Jesús, Santa Teresa de. Libro de la vida. Obras Completas. Madrid: Aguilar, 1951.

Lima, Maria Graciele de. O Erotismo Místico na Poesia de Teresa de Jesus: aniquilamento e êxtase na busca do Absoluto. In: Anais do II Seminário de Estudos Medievais da Paraíba - sábias, guerreiras e místicas - Homenagem aos 600 anos de Joana D´Arc, Universidade Federal da Paraíba, 2012.

Lima, Verônica Tanara Carvalho Moura. A Mística e a Feminilidade em Las moradas de Santa Teresa de Ávila. Monografia de Graduação. Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, Brasília, 2017.

Magalhães, Eugénia. Mística e Psicanálise. Lisboa: Esfera do Caos Editores e Autora, 2015.

Mesonero, Fernando Delgado. Homenaje a Santa Teresa de Jesús em el IV Centenario de su Beatificación (1614-2014) y de su Nacimiento (1515-2015). Registro de la Propiedad Intelectual de Madrid, el 6/11/2013. Nº M-008631/2013. Nº de asiento registral 16/2013/8670, 2013.

Oliveira, Karine da Rocha. Escrita Conventual: raízes da literatura de autoria feminina na América hispânica. Tese. Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Artes e Comunicação, Programa de Pós-Graduação em Letras, Doutorado em Teoria da Literatura, Recife, 2014.

Ozarem, Roberta Bacellar. “Um Importante Modelo de Santidade Feminino Contrarreformista: Santa Teresa D’ávila e sua representação nas igrejas de associações de leigos carmelitas em Sergipe e Bahia Colonial”. In: Revista Brasileira de História das Religiões. Maringá (PR) 3, 9, jan., 2011, 1-15.

Pedrosa-Pádua, Lúcia. “Contribuições da mística de Santa Teresa de Jesus para o diálogo inter-religioso”. In: Atualidade Teológica, 15, 39, set./dez., 2011, 458-474.

Pires, Raquel Elizabeth. “Erotismo e religião: um diálogo instigante”. In: Revista Brasileira de Psicanálise, 41, 2, 2007, 150-169.

Polizelli, Helena Mila. A pintura seiscentista de Josefa de Óbidos: uma análise iconológica da representação do casamento místico nos painéis de Santa Teresa D’Ávila. Monografia de Graduação. Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História, Brasília, 2017.

Raymundo, Larissa de Macedo. O Conceito do Amor de Deus em Meditaciones sobre los Cantares, de Santa Teresa de Jesus. Dissertação. Universidade Presbiteriana Mackenzie, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião, Mestrado em Ciências da Religião. São Paulo, 2015.

Revenga, Francisco Javier Díez de. “Teresa de Jesús: la formación de la escritora”. In: Carthaginensia, 31, 2015, 197-214.

Rodríguez-Gutiérrez, Jorge Luis. “A Filosofia Mística de Teresa de Ávila”. In: Revista Caminhando, 8, 1, 2003, 127-157.

Romio, Assunta. “Teresa de Jesus, uma mulher que, ao se encontrar com o Deus da Vida, torna-se provocadora deste processo para a humanidade”. In: Anais do Congresso Internacional da Faculdades EST, 3, 381-389, São Leopoldo, 2016.

Romio, Assunta. "Teresa de Jesus: Relata sua Experiência de Integração Humana Espiritual e Relacional". In: Anais do Congresso Latino-Americano de Gênero e Religião, 5, 75-87, São Leopoldo, 2017.

Rosa, Débora Souza da. “Transcendência Mimética na Poesia de Santa Teresa e Sóror Juana de la Cruz”. In: Configurações da Crítica Cultural, 1, 1, jan./jun., 2013, 274-295.

Royannais, Patrick. “Leer a Teresa de Jesús com Michel de Certeau. La Torre del Virrey”. In: Revista de Estudios Culturales, 1, 17, 2015, 147-161.

Tesone, Juan Eduardo. “O divino gozo. O narcisismo feminino e os místicos”. In: Revista Brasileira de Psicanálise, 42, 4, 2008, 139-143.

Downloads

Publicado

2021-06-25

Como Citar

CÂMARA, Y. R. Entre o Sacro e o Profano, entre o Gozo e o Interdito: a polêmica, prolífica e profícua Santa Teresa de Ávila. Caracol, [S. l.], n. 21, p. 1120-1147, 2021. DOI: 10.11606/issn.2317-9651.i21p1120-1147. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/caracol/article/view/167790. Acesso em: 10 ago. 2022.