A posta de narradores ou a arte de narrar em J. C. Onetti

Autores

  • Maximiliano Linares

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9651.v0i2p266-290

Resumo

Neste trabalho tentamos desenvolver a categoría da posta de narradores na escrita do uruguaio Juan Carlos Onetti a partir da análise dos procedimentos aplicados em três de suas narrativas da década de 50. Com base nessas instâncias narratológicas (“El álbum”, 1953; Los adioses, 1954; y Para una tumba sin nombre, 1959) os postulados tradicionais do realismo são corroídos para resultar em uma estética própria que renovará o cânone da narrativa latino-americana

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maximiliano Linares

Doutorando em Letras pela Universidad Nacional de Rosario. Bolsista do CONICET, Argentina. Professor Auxiliar de Literatura Iberoamericana II da UNR

Publicado

2011-12-07

Como Citar

LINARES, M. A posta de narradores ou a arte de narrar em J. C. Onetti. Caracol, [S. l.], n. 2, p. 266-290, 2011. DOI: 10.11606/issn.2317-9651.v0i2p266-290. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/caracol/article/view/57665. Acesso em: 22 out. 2021.

Edição

Seção

Vária