Uma Espanhola inglesa abrasileirada

Autores

  • Célia Navarro Flores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9651.v1i6p204-232

Resumo

Nosso objeto de estudo, neste artigo, é um folheto de cordel publicado no Brasil, em 2008, intitulado A espanhola inglesa. Trata-se de uma adaptação realizada por Manoel Monteiro do conto homônimo de Cervantes, publicado em 1613, em seu livro Novelas exemplares. O folheto insere-se no que Monteiro chama de "o novo cordel" e foi escrito, a pedido da editora, para fins didáticos. Pretendemos nesse artigo mostrar como, tanto pelo peritexto editorial (Genette, 2009) como pelo texto de Monteiro, o folheto cumpre essa função didática e como esses elementos apontam para seu público-alvo: os jovens estudantes. Por outro lado, pretendemos mostrar que no processo de adaptação (Hutcheon, 2011) o autor nos deixa entrever uma leitura muito particular e brasileira do conto cervantino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-12-21

Como Citar

FLORES, C. N. Uma Espanhola inglesa abrasileirada. Caracol, [S. l.], v. 1, n. 6, p. 204-232, 2013. DOI: 10.11606/issn.2317-9651.v1i6p204-232. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/caracol/article/view/75153. Acesso em: 17 out. 2021.