As representações metaforizadas e simbólicas da personagem Marcela em A ostra e o vento

Autores

  • Lanaiza Do Nascimento Silva Araújo Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2020.170233

Palavras-chave:

Personagem, Simbologia, Complexidade, A ostra e o vento

Resumo

Nosso objetivo nesse artigo é realizar um estudo em torno da personagem Marcela, protagonista da obra A ostra e o vento, escrita em 1964, por Moacir Costa Lopes, buscando destacar suas características a partir das imagens simbólicas e metaforizadas que a obra traz. Na construção da personagem, a narrativa apresenta uma camada simbólica representativa e metáforas que estão associadas ao seu estado de conturbação mental, trazendo um viés de indeterminação para a sua figura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lanaiza Do Nascimento Silva Araújo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutora em Literatura Comparada pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2017). Mestre em Literatura Comparada pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2012). Licenciada em Letras- Língua Vernácula e Língua Inglesa- pela Universidade Federal de Campina Grande (2008). Membro do Grupo de Pesquisa Nulic - Núcleo de Linguagens e Códigos do IFRN - Campus Apodi. Atuou como professora substituta de Literatura Brasileira na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2015). Atualmente é professora substituta de Língua Portuguesa e Literatura do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte.

Referências

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CANDIDO, Antonio [et al]. A personagem de ficção. 11ed. São Paulo: Perspectiva, 2009.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain Dicionário de símbolos: (mitos, sonhos, costumes, gestos, formas, figuras, cores, números). Trad. Vera da Costa e Silva [et al.]. 21. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2007.

CIRLOT, Juan – Eduardo. Dicionário de símbolos. Trad. Rubens Eduardo Ferreira Farias. São Paulo: Centauro, 2005.

GRANDE ENCICLOPÉDIA LAROUSSE CULTURAL. São Paulo: Nova cultural, 1998, nº10;19.

GRANDE ENCICLOPÉDIA DELTA LAROUSSE. Rio de Janeiro: Editora Delta S.A, 1974.

GRIMAL, Pierre. Dicionário de mitologia grega e romana. Trad. Victor Jabouille. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora Bertrand Brasil, 1993.

HOUAISS, Antonio; VILLAR, Mauro de Salles. Grande dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.

LEXIKON, Herder. Dicionário de símbolos. Trad. Erlon José Paschoal. São Paulo: Cultrix, 1990.

LOPES, Moacir Costa. A ostra e o vento. 7. ed. Rio de Janeiro: Quartet, 2000.

WELLEK, René; WARREN, Austin. Teoria da literatura. Trad. José Palla e Carmo. Lisboa: Publicações Europa- América, 1962.

Downloads

Publicado

2020-07-27

Como Citar

Araújo, L. D. N. S. (2020). As representações metaforizadas e simbólicas da personagem Marcela em A ostra e o vento. Revista Crioula, (25), 163-176. https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2020.170233

Edição

Seção

Dossiê 25: Literaturas de língua portuguesa para crianças e jovens