A PRESENÇA ESTRANGEIRA EM VENTOS DO APOCALIPSE, DE PAULINA CHIZIANE

Autores

  • Márcia Souto Ferreira Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2010.55253

Palavras-chave:

Estrangeiro, Margem, Identidade

Resumo

ESTE TRABALHO PRETENDE MOSTRAR COMO, NA OBRA VENTOS DO APOCALIPSE, DE PAULINA CHIZIANE, APRESENTA-SE A QUESTÃO DO ESTRANGEIRO. USA-SE, AQUI, O CONCEITO DE ESTRANGEIRO COMO O DIFERENTE, O EXCLUÍDO, O OUTRO QUE AMEAÇA E QUE OCUPA O LUGAR DA DIFERENÇA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Souto Ferreira, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas)

Mestranda do Programa de Pós–Graduação em literaturas de língua portuguesa da PUC-Minas – Projeto de Pesquisa: Estratégias narrativas e identidades deslizantes em Venenos de Deus, remédios do Diabo, de Mia Couto. O presente trabalho foi realizado com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq – Brasil.

Downloads

Publicado

2010-05-01

Como Citar

Ferreira, M. S. (2010). A PRESENÇA ESTRANGEIRA EM VENTOS DO APOCALIPSE, DE PAULINA CHIZIANE. Revista Crioula, (7). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2010.55253