A MÚSICA E O VERSO LIVRE EM MANUEL BANDEIRA

  • Maryllu de Oliveira Caixêta Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP – Araraquara)
Palavras-chave: Musicalidade, Materialismo, Transcendência

Resumo

ESSE ARTIGO TRATA DO POEMA “NOTURNO DA RUA DA LAPA” DE MANUEL BANDEIRA. A PRINCÍPIO, ABORDAREMOS O ASPECTO DA MUSICALIDADE POR QUE VISAMOS ALGUMAS MUDANÇAS NA OBRA DE BANDEIRA DESDE A HERANÇA ROMÂNTICO-SIMBOLISTA ATÉ A MODERNIDADE DO VERSO LIVRE. NOSSA HIPÓTESE É DE QUE O RITMO DO VERSO LIVRE, EM BANDEIRA, ULTRAPASSA O ESSENCIALISMO PARA ADERIR, EM ALGUNS CASOS, À FORMA MUSICAL, A EXEMPLO DO NOTURNO

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maryllu de Oliveira Caixêta, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP – Araraquara)
Doutoranda em Estudos Literários pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP – Araraquara), pesquisa “A ironia nas Terceiras estórias – tutaméia” sob orientação da Profa. Dra. Sylvia Helena Telarolli de Almeida Leite e coorientação do Prof. Dr. João Adolfo Hansen.
Publicado
2010-11-01
Como Citar
Caixêta, M. (2010). A MÚSICA E O VERSO LIVRE EM MANUEL BANDEIRA. Revista Crioula, (8). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2010.55282
Seção
Dossiê: Do moderno e do contemporâneo: a poesia brasileira revista