NOBREZA DO SONHO, DUREZA DA VIDA: PERSONAGENS DE CAMILO E MANUEL RUI ÀS VOLTAS COM A ARISTOCRACIA

  • Luiz Maria Veiga Universidade de São Paulo (USP)
Palavras-chave: linhagem aristocrática, crise do absolutismo, crise colonial, Camilo, Manuel Rui

Resumo

LEITURA PARALELA DAS NARRATIVAS “UM PARENTE DE CINCOENTA E TRÊS MONARCAS” DO PORTUGUÊS CAMILO CASTELO BRANCO E “MULATO DE SANGUE AZUL”, DO ANGOLANO MANUEL RUI, SEPARADAS NO TEMPO MAS PRÓXIMAS PELA TEMÁTICA: A VISÃO SUBJETIVA DOS PRETENSOS HERDEIROS DE LINHAGENS NOBRES DEVANEANDO ENTRE SONHOS ARISTOCRÁTICOS E ENTRANDO EM CHOQUE COM O TRATAMENTO QUE ENCONTRAM EM SEU ENTORNO SOCIAL.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Maria Veiga, Universidade de São Paulo (USP)
Mestre em Letras e doutorando em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa (FFLCH/USP) com o projeto “De armas na mão: a representação literária do guerrilheiro em Antonio Callado, Pepetela e Luandino Vieira”. Ficcionista e dramaturgo.
Publicado
2011-11-01
Como Citar
Veiga, L. (2011). NOBREZA DO SONHO, DUREZA DA VIDA: PERSONAGENS DE CAMILO E MANUEL RUI ÀS VOLTAS COM A ARISTOCRACIA. Revista Crioula, (10). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2011.55491
Seção
Artigos e ensaios