Portal da USP Portal da USP Portal da USP

A FALA DA PERIFERIA NA OBRA CIDADE DE DEUS

Marilene Rosa Miola

Resumo


O OBJETIVO DESTE ARTIGO É ANALISAR O LIVRO CIDADE DE DEUS, DE PAULO LINS (2002), E REFLETIR SOBRE SUA FALA E FRUIÇÃO NA LITERATURA PERIFÉRICA. A NARRATIVA TEM COMO PROTAGONISTA A PRÓPRIA FAVELA E ESTÁ DIVIDIDA EM TRÊS GRANDES CAPÍTULOS, REPRESENTADOS NAS HISTÓRIAS DE INFERNINHO, PARDALZINHO E ZÉ MIÚDO. ATRAVÉS DESSES PERSONAGENS, O AUTOR DESCREVE MINUCIOSAMENTE O COTIDIANO DA MISÉRIA, DO CRIME E DA DISSEMINAÇÃO DA VIOLÊNCIA NA MESMA PROPORÇÃO DO DECLÍNIO DA NATUREZA. APRESENTA, ENFIM, OS BASTIDORES DE UMA AUTORREPRESENTAÇÃO LITERÁRIA.


Palavras-chave


Cidade de Deus; Violência; Linguagem periférica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2012.55538

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.