DIÁLOGOS ENTRE CULTURA E FORMAÇÃO DO SISTEMA LITERÁRIO NACIONAL: O ENTRECRUZAR BRASIL E CABO VERDE A PARTIR DE MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS E O TESTAMENTO DO SENHOR NAPUMOCENO

Autores

  • Ana Maria Lange Gomes Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2013.64222

Palavras-chave:

Literatura Comparada, Literatura Cabo-verdiana, Literatura Brasileira, Estudos culturais

Resumo

Machado de Assis e Germano Almeida são escritores representativos no cenário literário de seus países, que além de terem obras literárias significativas, se empenharam na reflexão da construção do sistema literário de seus países e participaram das discussões acerca do processo de formação. Desta forma, este artigo pretende investigar características destes processos de ambos os países partindo da reflexão das obras Memórias póstumas de Brás Cubas e O testamento do senhor Napumoceno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Maria Lange Gomes, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP)

Mestranda na UNESP, campus de Assis, com a pesquisa Processos culturais e literários na configuração das personagens Brás Cubas e Napumoceno, bolsista Fapesp.

Downloads

Publicado

2014-07-15

Como Citar

Gomes, A. M. L. (2014). DIÁLOGOS ENTRE CULTURA E FORMAÇÃO DO SISTEMA LITERÁRIO NACIONAL: O ENTRECRUZAR BRASIL E CABO VERDE A PARTIR DE MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS E O TESTAMENTO DO SENHOR NAPUMOCENO. Revista Crioula, (13). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2013.64222

Edição

Seção

Artigos e ensaios