O jogo do texto no romance O Tímido e as Mulheres, de Pepetela

  • Lílian Serra Deus PUC MINAS
Palavras-chave: Jogo do texto, romance, metanarrativa.

Resumo

Pretende-se neste trabalho, à luz da teoria da recepção, mostrar o jogo que é estabelecido na narrativa O Tímido e as Mulheres, de Pepetela sobre duas perspectivas: enredo e forma do texto literário. Pretende-se, pois, mostrar que o enredo é construído de maneira que as personagens fazem parte de um jogo, que é jogado entre elas e, simultaneamente, por Pepetela e seus leitores.  Forma e conteúdo se imbricam de tão maneira que desse diálogo nasce uma narrativa que fala de si mesma, portanto, uma metanarrativa. 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lílian Serra Deus, PUC MINAS
Doutoranda em Letras,  Literaturas de Língua Portuguesa, Puc Minas.

Referências

ECO, Umberto. Seis passeios pelo bosque da ficção. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

ISER, Wolfgang. O Fictício e o imaginário: perspectiva de uma antropologia literária. Trad. Johannes Kretschmer. Rio de janeiro: Ed. UERJ, 1996.

ISER, Wolfgang. Os atos de fingir ou o que é fictício no texto ficcional. In: LIMA, Luiz

Costa (Org.). Teoria da literatura em suas fontes, v.2. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.

ISER, Wolfgang. O jogo do texto. In: LIMA, Luiz Costa (org.). A literatura e o leitor: textos de estética da recepção. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

LIMA, Luiz Costa. Mimesis e modernidade- formas das sombras. Rio de janeiro: Graal, 1980.

PEPETELA. O tímido e as mulheres. São Paulo: Leya, 2014.

ZILBERMAN, Regina. Estética da recepção e história da literatura. São Paulo: Ática, 1989.

Publicado
2015-12-17
Como Citar
Deus, L. (2015). O jogo do texto no romance O Tímido e as Mulheres, de Pepetela. Revista Crioula, (16). https://doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2016.97474
Seção
Artigos e ensaios